POLÍTICA

5 'revelações' nada reveladoras das entrevistas de Oliver Stone com Putin

Author

O famoso diretor Oliver Stone passou um tempo na Rússia e, entre outras atividades, entrevistou o presidente do país, Vladimir Putin. A série de encontros entre os dois foi ao ar nos EUA em uma série de quatro episódios no Showtime chamado “The Putin Interviews”.

Putin dá poucas entrevistas - especialmente à imprensa que ele chama de “ocidental” - então os episódios foram bastante aguardados nos Estados Unidos, ainda mais depois da última eleição presidencial que, para alguns, foi influenciada por hackers russos. No entanto, no frigir dos ovos, os assuntos mais “quentes” foram abordados de maneira bem leve por Stone, e Putin fala muito pouco.

5 'revelações' nada reveladoras das entrevistas de Oliver Stone com Putin

1. Putin adora se exercitar

Se você entrou na internet alguma vez nos últimos dez anos, é bem provável que tenha visto imagens de Putin jogando hóquei no gelo, montando cavalos ou cavalgando em cima de um urso (essa última era montagem, mas ficou famosa). Pois é. Na série de entrevistas, Putin sempre fala de judô e de como a arte marcial influencia suas decisões na política, afirmando que é importante ser flexível e que às vezes ceder aos outros é o melhor caminho para a vitória.

2. Homossexualidade na Rússia

Na segunda parte da série, Stone finalmente aborda a questão dos direitos dos cidadãos LGBT. Putin afirma que não existe perseguição a homossexuais, mas admite a existência de uma lei - assinada por ele mesmo em 2013 - proibindo a distribuição de “propaganda” gay a menores de idade. Segundo o líder russo, a legislação existe para “manter valores tradicionais” porque “Deus decidiu.”

3. Mulheres quase não aparecem

Em quatro horas de conversas e imagens, quase nenhuma mulher aparece na série. Putin, no entanto, faz uma piada quando indagado se tem dias ruins. O presidente afirma que não porque “não sou mulher.” O chefe de estado diz ainda que não está tentando ofender ninguém e que está citando apenas “a natureza das coisas”.

4. A conspiração da OTAN

Putin sempre fala da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) como um instrumento militar da política americana. Para o presidente russo, os outros países do bloco são meros vassalos dos EUA contra uma suposta “ameaça russa”. Para Putin, todas essas nações têm mísseis apontados para Moscou.

5 'revelações' nada reveladoras das entrevistas de Oliver Stone com Putin

5. Hackers nas eleições americanas

Na última parte, Stone pergunta por que Putin decidiu hackear as eleições americanas. O presidente disse que não hackeou ninguém e afirmou que a ação de “hackers não reconhecidos”, que invadiram os servidores do DNC, o comitê do Partido Democrata, apenas revelou problemas que já existiam nos EUA. Mesmo sem admitir participação, Putin isenta os hackers de culpa, dizendo que são questões internas americanas.