TECNOLOGIA

7 gadgets que também são acessórios fashion

Author

A gente sabe que os tais “wearables” são tendência, né? Wearable é aquele nome que a gente importou dos gringos pra falar de qualquer aparelho eletrônico que a gente pode vestir, usar no corpo, sabe? Pois é. A gente sempre gostou dessas coisas, mas elas nunca se casaram muito com a moda. Aquele porta celular que deixava o tijolão preso na cintura pra todo mundo ver que o diga…

Mas os tempos mudaram (graças a deus!) e hoje em dia a galera consegue incorporar isso tão bem que dá pra andar na rua sem passar vergonha. Muito pelo contrário. Hoje, um gadget desses até ajuda a compor o modelito. Quer ver?

1. Altruis 

7 gadgets que também são acessórios fashion

Altruis é uma coleção de jóias da Vinaya que se conectam ao smartphone. Existem anéis, colares e braceletes. Cada uma dessas peças vibra quando você recebe uma notificação no celular. Não sai barato (a menos cara custa US$ 165), mas são jóias de verdade.

2. Michael Kors Access 

7 gadgets que também são acessórios fashion

Essa linha de relógios é a mistura perfeito de estilo e interatividade. Todas peças têm touch screen, widgets, Google Now e um punhado de outras opções. Dá para ler email, mensagens e usar alguns aplicativos. O preço? Salgado (você achava que a grifa não pesaria?): a partir de US$ 400.

3. MyWraps 

7 gadgets que também são acessórios fashion

Fones de ouvido ou braceletes? Os dois. E, olhando de longe, é até difícil perceber no punho da outra pessoa que aquilo não é só uma peça decorativa. E o melhor é que custam pouquíssimo: US$ 17.

4. Mixit Leather Tassels 

7 gadgets que também são acessórios fashion

Essas borlas de couro fabricadas pela Belkin são perfeitas para quem quer andar com carregadores, mas não querem carregar fios. As fitinhas disfarçam a presença dos conectores e você pode prendê-las onde quiser. A partir de US$ 30.

5. Gemio 

7 gadgets que também são acessórios fashion

Tudo bem, você pode dizer que o Gemio apela só para a galera mais hippie, mas o bracelete vem sendo anunciado como “wearable social para adolescentes”. O que ele faz? Usa conectividade e um aplicativo próprio pra se comunicar com outro bracelete por padrões de luz. Você pode estar numa festa, ver um certo padrão de luz piscando no bracelete e entender que aquele é o código que seu amigo usa pra quando quer ir embora do lugar. O preço? US$ 99.