PALADAR

Entenda o IBU e que diferença ele faz (ou não) na sua cerveja

Author

Experimente ler com calma o rótulo de uma cerveja artesanal. Se você não manja do assunto, pode se assustar com a sigla IBU, acompanhada sempre de uma porcentagem. Para quem já habita o mundo das cervejarias pequenas, as letrinhas já são bem conhecidas e significam International Bitterness Unit, ou, em português, unidade internacional de amargor.

Entenda o IBU e que diferença ele faz (ou não) na sua cerveja

A princípio, o que todo mundo vai te dizer é que quanto maior a % de IBU, mais amarga é a cerveja. Não deixa de ser verdade, mas não é toda verdade. E se você não gosta de cervejas amargas, também não precisa necessariamente deixar de experimentar um tipo diferente só porque ele tem um IBU mais alto. E aí é que entra a informação mais importante que você precisa saber sobre IBUs.

Tecnicamente, IBU mede a quantidade de componentes de amargor que fazem parte da receita de uma cerveja. Ele deve ser levado em consideração muito mais como controle de qualidade do que referência de gosto. Na prática, uma cerveja com IBU mais alto nem sempre vai ser mais amarga para o consumidor.

Entenda o IBU e que diferença ele faz (ou não) na sua cerveja

Quer fazer uma experiência e comprovar isso? Procure qualquer cervejaria artesanal que produza uma pale ale e uma stout. De modo geral, a stout terá um IBU bem maior. Mas prove as duas. Existe uma boa chance que você sinta amargor maior na pale ale. Logo, a sensação de amargor nem sempre corresponde ao número de IBU que você vai ver no rótulo.

Na prática, o IBU não indica sabor, aroma nem a sensação de amargor. Ou seja, ele não afeta os principais elementos que fazem você apreciar uma cerveja. Então, meu amigo, vê se não vai deixar de provar cervejas bacanas só por causa de um numerozinho no rótulo, ok?