LUGARES

Esse hotel de Nova York vende um simples bagel por mil dólares

Author

Se você pretende um dia ir a Nova York, saiba de uma coisa: é possível comer bem e barato por lá, mas também dá para encontrar produtos de todos os tipos a preços proibitivos. Um desses casos é o queijo quente de US$ 100 do Delmonico’s. Mas se você acha que isso é caro, vai cair da cadeira quando vir o bagel que vai ser servido no hotel Westin.

Esse hotel de Nova York vende um simples bagel por mil dólares

Sim, o Westin Hotel, localizado ali pertinho da Times Square, no coração de Nova York, vai incluir no cardápio um bagel nada, nada tradicional. Por fora, ele até parece um bagel comum, aquela massa que parece um pão, mas vem num formato de rosquinha. Só que por dentro ele é um tanto raro, e a padaria do hotel cobra US$ 1000 por ele. Você leu direito: MIL DÓLARES (e a gente escreve por extenso pra não ter dúvida).

O que ele tem de especial? Ele é servido com cream cheese trufado, coberto com geléia de uva Riesling e folhinhas de ouro. DE OURO. Ouro. A gente repete pra deixar bem claro que é ouro de verdade, só que numa versão comestível, claro.

Esse hotel de Nova York vende um simples bagel por mil dólares

A parte mais louca da coisa é que embora a gente fique babando vendo uma negócio de ouro no meio do bagel, o ingrediente mais caro nem são essas folhinhas. O que encarece mesmo é a trufa branca do cream cheese, que vem da região de Alba, na Itália.

Se você ficou curioso, o bagel entrará no cardápio do Westin no dia 1º de novembro e será servido até 15 de dezembro. Quem quiser provar essa delícia, no entanto, precisa encomendá-la com 24 horas de antecedência. E para ninguém se sentir culpado por gastar tanto num pedaço de comida, o hotel já avisou que todo o lucro com as vendas do superbagel será doado a uma cozinha que atende projetos sociais.