COMPORTAMENTO

Loja online se recusa a vender cervejas com rótulos machistas

Author
Loja online se recusa a vender cervejas com rótulos machistas

Taí uma medida rara na indústria cervejeira, normalmente interessada apenas no público masculino e que não raramente apela para imagens sexistas para vender seus produtos. Uma loja britânica anunciou que não vai mais vender cervejas com rótulos machistas.

O comunicado foi distribuído após um debate na feira de negócios anual da Sociedade da Associação de Cervejeiros Independentes (SIBA). A loja em questão, a Ales By Mail, declarou que "esta semana, participamos do evento Beer-X da SIBA, que incluía um debate sobre sexismo na indústria de cerveja que nos deixou chocados e decepcionados", segundo o texto, reproduzido no site da loja.

"Vocês vão perceber, enquanto navegam pelo site, que não temos cervejas com rótulos sexistas ou inadequados, ou quaisquer produtos que usem imagem ou linguagem que explorem mulheres ou que consideremos que não apoiam igualdade e diversidade", continua o comunicado.

Tanto a SIBA quanto outro órgão britânico cervejeiro, o CAMRA (Campaign For Real Ale) vêm recebendo duras críticas recentemente por não desencoragaram enfaticamente o uso de nomes e rótulos machistas, além de campanhas publicitárias que explorem a imagem feminina. O debate organizado pela SIBA foi uma tentativa de abordar a questão, mas o evento acabou criticado pela baixa participação de cervejeiros e inclusive pelo comportamento de alguns fabricantes.

Jaega Wise, diretor da SIBA, afirmou estar "surpreso com as opiniões de alguns participantes em 2018. Ainda temos uma longa estrada a percorrer até a igualdade [de sexos] na indústria da cerveja."