POP

Mulher Maravilha objetificada? Diretora dá resposta gloriosa a James Cameron

Author

James Cameron, que dirigiu “Titanic”, “Avatar” e “Exterminador do Futuro”, não é o maior fã de “Mulher-Maravilha”, o filme. Em uma entrevista recente, o famoso diretor disse que a película mostra uma personagem bonita e objetificada. Para ele, Hollywood deu um passo para trás. Patty Jenkins, diretora de “Mulher-Maravilha”, discorda e deu uma resposta gloriosa.

Mulher Maravilha objetificada? Diretora dá resposta gloriosa a James Cameron

Cameron também argumentou a favor de uma heroína no estilo Sarah Connor, de “Exterminador”. Segundo o diretor, ela “não era um ícone de beleza. Ela era forte, com problemas, uma péssima mãe e conquistou o respeito do público com base na coragem. E para mim [o benefício de um personagem assim] é tão óbvio. Metade do público e feminino!”

Pois admirem a resposta de Jenkins: “A falta de capacidade de James Cameron para entender o que a Mulher-Maravilha é e representa para todas mulheres do mundo não surpreende. Embora ele seja um grande cineasta, ele não é uma mulher. Mulheres fortes são ótimas. Seu elogio ao meu filme “Monster: Desejo Assassino” e nosso retrato de mulheres fortes e com problemas é muito apreciado, mas se mulheres precisam sempre ser duras e com problemas para serem fortes, e não estamos livres para sermos multidimensionais ou celebrar um ícone de mulheres em toda parte só porque ela é atraente e carinhosa, então não avançamos muito, certo? Acredito que mulheres podem e devem ser TUDO, exatamente como personagens principais masculinos devem ser. Não existe jeito certo ou errado de mulher poderosa, e o grande público feminino que fez o filme ser o sucesso que é pode certamente escolher e julgar seus próprios ícones de progresso.”

Os comentários de Cameron já haviam sido fortemente atacados em redes sociais. A resposta de Jenkins, então, martelou o último prego. Os mais de 25 mil RTs (na hora de publicação deste texto) só reforçam a força das palavras da diretora.