ENTRETENIMENTO

Por que você deve comprar (ou não) um Xbox antes do lançamento do Scorpio

Author

Em agosto de 2016, a Microsoft lançou o Xbox One S, que era basicamente uma versão mais potente do Xbox One e que vinha em um console 40% menor. Quem pretendia comprar um aparelho da Microsoft podia comprar direto a versão S, sem drama. Só que agora, em abril de 2017, a empresa anuncia o Project Scorpio, que vai ser lançado no fim do ano. E o consumidor que queria comprar um Xbox faz o quê? Compra agora um produto que vai deixar de ser o melhor do mercado no fim do ano? Ou espera até dezembro e fica sem jogar até lá?

Por que você deve comprar (ou não) um Xbox antes do lançamento do Scorpio

O tal Project Scorpio é, supostamente, o console mais poderoso de todos os tempos. É o que diz a Microsoft, pelo menos. Ninguém viu como ele é e ninguém sabe quanto ele vai custar. O que se sabe por enquanto é que ele vai rodar games em resolução 4K e que ele tem um monte de especificações bacanas.

A resposta passa bastante pelo seu nível de ansiedade e pelo tamanho de seu bolso. Tem dinheiro sobrando e está ansioso? Compre agora. A grana está curta? Espere mais um pouco, pelo menos até a Microsoft começar a divulgar mais detalhes sobre o Scorpio. Por enquanto, o que se sabe é o seguinte:

1. Compatibilidade

A Microsoft prometeu que o Project Scorpio e o Xbox One vão compartilhar uma lista de games. Ou seja, você vai poder jogar games do Xbox One e até do mais antigo Xbox 360 no Scorpio. Todos controles de Xbox One também vão funcionar no Scorpio.

Por que você deve comprar (ou não) um Xbox antes do lançamento do Scorpio

Também é possível (mas não garantido ainda) que games feitos para Scorpio também rodem no Xbox One, ainda que com algumas limitações (resolução, velocidade, gráficos, etc.). Resumindo: a Microsoft não quer deixar nenhum usuário no prejuízo, o que é um ótimo sinal.

2. Visuais

Segundo as especificações da Microsoft, o Scorpio vai ser seis vezes mais poderoso do que o Xbox One. Assim sendo, ele deve rodar games em resolução 4K ou UltraHD sem travar, além de permitir aos programadores um nível novo de detalhes gráficos.

Essa potência toda também faz do Scorpio uma plataforma perfeita para os kits de realidade virtual (VR) como o Oculus Rift. Do jeito que Facebook e Microsoft andam amiguinhas, não é nada improvável que seja anunciada em breve uma parceria nesse sentido.

3. Preço

O Xbox One é a opção que sai em conta. Hoje, dá para comprar um aparelho fabricado no Brasil por cerca de R$ 1.300, enquanto o Xbox One S está na casa dos R$ 2.000. Enquanto isso, a Microsoft chama o Project Scorpio de produto “premium”, e a gente sabe que premium = caro. É de se esperar que ele custe muito mais que o Xbox One S quando chegar ao mercado, bem na época do Natal.