ESPORTES

Delírio? Acredite: futebol brasileiro vive início de grande era

Author

Todos sabemos que o futebol brasileiro - um dia reconhecido como o melhor do planeta - tem vivido um declínio constante nos últimos anos

Delírio? Acredite: futebol brasileiro vive início de grande era

                                                             Fonte: Gallery Ronaldo 

E não é difícil visualizar o porquê da atual situação. Se optássemos por resumir em tópicos, poderíamos facilmente destacar alguns itens:

  • Atração financeira e mercadológica do futebol Europeu
  • Conflito de interesses, má gestão, corrupção
  • Mal acompanhamento/planejamento e revelação de talentos
  • Contexto de "futebol como negócio"
  • Falta de atualização e estudo
Delírio? Acredite: futebol brasileiro vive início de grande era

                                                                             Fonte: SporTV

Diante deste cenário, chegamos a um ponto em que, por diversas vezes, chega a dar tédio assistir um jogo do Campeonato Brasileiro - que há alguns anos representava um momento de diversão nas programações de lazer dos finais de semana.

Olhando para o contexto atual, com exceção de pouquíssimos clubes, como a Chapecoense, a maioria das equipes brasileiras encontram-se profundamente endividadas. Além disto, seus elencos são repletos de jogadores veteranos e muitas de suas joias são vendidas a preço de banana para o exterior - onde muitas vezes tornam-se grandes jogadores. 

Delírio? Acredite: futebol brasileiro vive início de grande era

                                                           Fonte: Globoesporte.com

Sendo assim, tem sido cada vez mais reforçada a ideia de crise e falta de solução. Constantemente, inclusive, cita-se a Europa como referência. Mas em meio a todo esse conjunto de fatores negativos que cercam nosso país, eu trago à tona um ideal que se aplica totalmente ao futebol brasileiro. E trata-se da "CRISE COMO OPORTUNIDADE".

Delírio? Acredite: futebol brasileiro vive início de grande era

                                                                      Foto: Google.com

Olhando para os nossos clubes, hoje - se não há dinheiro, grandes possibilidades de contratação e manutenção de estrelas - surge, naturalmente, uma alternativa promissora. E o grande exemplo disto encontra-se em Santos e São Paulo. Em crise e com pouquíssimas contratações, pontuais, ambas as equipes estão decididas a dar a devida atenção e oportunidade aos promissores jogadores da base. 

Delírio? Acredite: futebol brasileiro vive início de grande era

                                                              Fonte: Grêmio Libertador

E você deve pensar: "beleza, aí eles se destacam e são vendidos para a Europa". Mas há alguns pontos que devemos avaliar:

  1. Como teremos novos talentos se não houver oportunidade?
  2. Mesmo que, de início, surjam e vão para a Europa, este fator geraria caixa às equipes brasileiras e possível fortalecimento da Seleção Nacional.
  3. Mais caixa gera otimização da gestão e, consequentemente evolução em nível e competitividade.

Um grande exemplo é o Palmeiras: com um misto de evolução em infraestrutura, tecnologia e profissionalização de departamentos, o clube mantém, a cada ano que passa, o nível e o risco aos adversários em todas as competições que disputa.

Será que vem novidade para a Copa de 2022?