NOTÍCIAS

Entenda o que a “barriguinha de cerveja” da Samara Felippo tem a ver com você

Author
Entenda o que a “barriguinha de cerveja” da Samara Felippo tem a ver com você

Na última semana a atriz Samara Felippo inspirou mulheres na internet publicando a foto de uma pequena “pancinha” de cerveja. Samara é mãe de duas meninas e já falou várias vezes sobre racismo, feminismo, o cabelo das filhas e a pressão estética que todas as mulheres sofrem, principalmente aquelas que trabalham com TV.

Pronunciamentos, fotos e manifestos assim dizem muito sobre como um futuro de jovens mulheres podem se sentir já que não tem como ignorar a influência dos famosos e da mídia.

Na cultura que vivemos, nós mulheres crescemos com o fardo de ter que “agradar” o homem, que se ele não achar bonito, gostoso, agradável, vc é uma merda! Chega né?

Texto completo:

“Venho acompanhando com orgulho muitos movimentos femininos/feministas em prol da libertação da mulher.

Um deles é a cultura do corpo perfeito.

Comecei na TV aos 18 anos, a vida TODA lutei contra a balança, tomei remédios, tive efeito “sanfona”, fiz todas as dietas, entrei e saí de academia, sofria quando minha imagem na TV parecia “fora do padrão”, quando um diretor me pedia para emagrecer sem qualquer propósito, apenas para ficar “melhor” no vídeo. Sofri quando aos 15 anos fui rejeitada de uma agência de modelos por ter o quadril “largo demais”. E olha que eu nunca fui gorda, mas ja me achei “enorme” diversas vezes e sofria com isso. Fiz lipo em lugares do meu corpo que “odiava” ( aos 26 anos‍♀️). Hoje olha pra trás e não me culpo, não me julgo. Fui apenas vítima das capas de revistas, da pressão da mídia, da obrigação de estar sempre “linda”, leia- a magra!

Hoje vejo carolinie_figueiredo mbottan naosouexposicao ellorahaonne pretararaoficial theashleygraham marianaxavieroficial

Enfim... faria aqui (ainda bem) uma lista maravilhosa e imensa de mulheres que nos mostram a realidade, que nos ensinam, que nos ajudam a tirar esse maldito peso e fazer com que deixemos de nos odiar, de odiar o nosso corpo. Você é linda!!!! Na cultura que vivemos, nós mulheres crescemos com o fardo de ter que “agradar” o homem, que se ele não achar bonito, gostoso, agradável, vc é uma merda! Chega ne?

Hoje aos 39 anos, mãe de duas meninas( fico feliz que meninas tem acesso a esse empoderamento muito mais cedo hoje) me sinto tão livre!

Eu gosto de fazer exercício e comer bem, me sinto disposta. Tenho fases mais intensas e outras menos, mais não se torna mais uma tortura.

Não vou mentir, ainda tem coisas que me incomodam mas como eu disse no texto do meu aniversário, amo minha EU de hoje mas ela ainda tá desaprendendo e desconstruindo e aprendendo a amar essa minha barriguinha linda da foto. E a tomar minha cervejinha sem culpa, porque AMO tomar minha cerveja com meus amigos, e eu posso parar de tomar por intolerância mas não vou parar pra ser magra. ✌

Desafio vcs a postarem uma foto inspiradora das suas pancinhas❤️

E assim começo meu 2018

Desafio da foto da pancinha

Entenda o que a “barriguinha de cerveja” da Samara Felippo tem a ver com você

Outras atrizes também apoiaram Samara, postando imagens da “pancinha”.

“Amiga cada vez que você for mais longe como uma bandeirante abrindo caminhos, eu vou atrás de você sfelippo porque chegamos num lugar de amizade de limpar competições, de encorajar e incentivar nossos movimentos contrariando tudo aquilo que a sociedade machista / patriarcal nos ensinou. Essa foto também é uma antiga que não quis postar: 1. Minha barriga (mesmo as estrias e a parte que mais dobra estando escondida) 2. Esse almofadado embaixo do braço direito que eu detesto em fotos (e na vida) 3. Meu peito que as vezes me excita, às vezes me deprime. Sabe uma coisa importante que me encorajou a começar a postar minhas fotos reais ? Não depender da aprovação masculina pra me dizer se to bonita, ou gorda ou se deveria malhar. Há anos posto foto querendo ser aceita e ganhar mais curtidas. Mas a motivação maior sempre foi esse senso de estética tão cobrado por nós mulheres e muitas das vezes pra agradar o masculino. Estou estudando o tantra e assumindo minha sexualidade como algo mais verdadeiro e mais pertencente a mim, só a mim. Anos projetando prazer e aceitação no outro. Esperando ser amada pra me amar depois. Não deu certo essa semana chorei com o sutra: "o que não está AQUI está em lugar nenhum. O que você procura está em você mesma". AQUI tenho trabalhado: amor, aceitação, prazer (e pagar as contas). Amo e agradeço mulheres que me dão a mão (virtualmente) e me dizem: VAI QUE TÁ TRANQUILO, vai que tá lindo! Vamos todas então mbottan helmother sfelippo amo vocês e nossa rede ! e me marquem em suas fotos reais também ☘”

Maternidade como pauta

Todas as três influenciadoras e atrizes aqui no texto também são mães e lutam contra a romantização da maternidade e a pressão estética que também permeia esse meio. Sabe aquelas fotos de mulheres com o corpo perfeito pós parto? Então, além de irreais, jogam riscos físicos para a saúde das mulheres. Já que, principalmente após ter um bebê, o corpo precisa se recuperar.

Imagens, movimentos, posts, tudo isso pode parecer muito distante, mas está ajudando a construir um futuro onde você, eu e várias outras mulheres possam se expressar de forma saudável com o corpo. Se por um lado temos celebridades que acham que mostrar cada detalhe do osso é uma forma de pauta, precisamos ver nascer uma nova geração de famosos que tentam combater isso.

Entenda o que a “barriguinha de cerveja” da Samara Felippo tem a ver com você

Corpo de atriz não é um objetivo a ser alcançado

Sabe aquela ideia de que a meta da vida é ter o corpo daquela atriz que está fazendo a novela das 9? Então, provavelmente ela passa por uma quantidade grande de privação, treino, cirurgias e tantos outros fatores. E mesmo que seja realmente todo natural e um ideal, quão problemático é ficar projetando no corpo de outras mulheres, com uma outra realidade, a nossa própria existência?

Se colocar em situações de risco com dietas pseudo funcionais que famosas fazem, não respeitar o próprio limite e não compreender o contexto do corpo e vida de cada um, tem sido endossado por revistas que insistem que corpo, dieta e detalhes assim são uma pauta interessante. Interessante para quem?

E você, conta pra gente o que acha da “pancinha” de cerveja? Você também tem?