ENTRETENIMENTO

Política e BBB - há lugar para os famosos na política?

Author
Política e BBB - há lugar para os famosos na política?

                                      Jean Willys, um ex-bbb que se deu bem na política

Navegando em redes sociais fica evidente que a sociedade está mais envolvida com a política. Isso não quer dizer que todos que participam de discussões entendem de política. É igual a futebol, até mesmo comentaristas que são pagos para isso às vezes não entendem. Se nem profissionais entendem muitas vezes, como podemos esperar que toda a população entenda?

É claro que seria o "ideal", mas o Brasil está longe do "ideal" em (quase) todos os aspectos possíveis. No dia de ontem vimos um julgamento com base em convicções no lugar de provas, por exemplo.

Fato é que as pessoas estão causando muito estardalhaço, cada um querendo mostrar seu ponto de vista: "eu acho que X é inocente por isso, isso e isso"; "eu acho que Y merece ser eleito por isso e aquilo". Muitas vezes ficam cegos procurando sempre pela mesma fonte de notícia.

O que importa nisso tudo, na real, é o que os produtores do Big Brother Brasil também perceberam: O que está dando ibope é o que está envolvendo política. Na Globo há diversas provas disso, como as novelas que trazem à tona a discussão sobre ideologia de gênero, ou as que mostram a realidade do tráfico. Com o BBB não poderia ser diferente.

A ideia do programa sempre foi gerar polêmica e quase sempre eles conseguem. Na edição do ano passado, conseguiram atenção da mídia internacional por conta do médico Marcos Harter que agrediu Emily dentro da casa. Ele foi expulso (ainda bem) - há quem diga que tudo foi armado justamente para causar polêmica. Eu não sei, desconfio até que tudo seja ensaiado e armado desde o começo. Mas pelo menos ele foi realmente expulso.

Edição 2018

Política e BBB - há lugar para os famosos na política?

                                                   Uma das participantes da nova edição.

A aposta ousada da produção do Big Brother, que colocou várias pessoas de pensamentos diversos fica evidente para Pedro Tapajós, mestre em comunicação pela UNB (Universidade de Brasília) e especializado em realities, que afirmou o seguinte: “O que pareceu muito claro na estratégia da direção foi colocar gente de esquerda e de direita, uma cientista política no meio e alienados em volta”.

O mais engraçado é que, como eu explicava no começo do artigo, até mesmo os alienados estão com cada vez mais vontade de dar opiniões (o que é bom, desde que essa vontade venha acompanhada da vontade de estudar e entender o assunto a ser discutido). Ou seja, a edição de 2018 promete muita polêmica envolvendo política.

Nada mais esperto por parte da produção. Em um ano em que a política está pegando fogo com julgamentos imorais do ex-presidente, tanto candidato ruim subindo em pesquisas eleitorais, o presidente mais odiado da história em exercício. Bom, a política tá um caldeirão e neste ano temos eleição.

Retirando exemplos do site O Tempo: Gleici, 22, vinda do Acre, já tirou fotos com Lula e abomina racismo e homofobia. Já Caruso, 34, de São Paulo, falou bem de Jair Bolsonaro há alguns anos e teve expostas declarações suas criticando homossexuais. Há ainda a cientista política e professora da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Mara Telles, 53.

Ex BBBs e famosos que arriscaram ir para a política

Assim como a produção da Globo está esperta, os ex-bbbs também já provaram que não ficam para trás. Vários deles aproveitaram a fama que o programa lhes garantiu. Além dos ex-bbbs, outros famosos tentaram a sorte na política, veja alguns dos exemplos que deram e dão o que falar.

Sabrina Sato

Política e BBB - há lugar para os famosos na política?

                                                                             Sabrina Sato

Sabrina Sato participou da terceira edição do Big Brother Brasil, nesta edição do programa, ela namorava com o cara que ganhou o grande prêmio do ano (que também está nesta lista).

Em 2007, quando ainda era apresentadora do Pânico na TV, ela anunciou que havia recebido um convite do PPS para ser vereadora.

De acordo com uma reportagem da época do site Terra, Sabrina garantiu que estava avaliando seriamente a proposta. "Recebi o convite do PPS (Partido Popular Socialista) e vou estudar a proposta. Pode parecer viagem, mas acho que posso ajudar a população".

Dhomini

Política e BBB - há lugar para os famosos na política?

                                                                               Dhomini

De acordo com o site TV Foco, o vencedor do BBB3, Dhomini tentou a sorte nas urnas primeiro no cargo de vereador em 2004 em Goiânia, pelo partido Prona, mas com 2276 votos não foi eleito. Depois se lançou como deputado estadual de Goiás em 2010, filiado ao PR, mas desistiu das eleições antes da votação.

Bambam

Política e BBB - há lugar para os famosos na política?

                                                                         Kléber Bambam

Kléber Bambam, da primeira edição do programa, desistiu da candidatura a deputado estadual por São Paulo, em 2014, antes de ir para as urnas. Na época, a atitude do moço deu no que falar.

Jean Willys

Política e BBB - há lugar para os famosos na política?

                                                                              Jean Willys

Jean Wyllys foi um dos participantes mais bem sucedidos na política. Como se sabe, o vencedor do BBB5 foi eleito deputado federal do Rio de Janeiro por duas vezes, em 2010 e 2014.

Arnold Schwarzenegger

Política e BBB - há lugar para os famosos na política?

                                                              Arnold Schwarzenegger

O ator foi eleito em 2003 como governador da Califórnia nos Estados Unidos da América. De acordo com o jornal O Globo, "com o índice de aprovação mais baixo de um governador no estado em 50 anos, de 22%, o republicano deixa aos californianos um enorme déficit estadual - que chegaria a US$ 28 bilhões em junho deste ano - e um desemprego superior a 10%".

Ele é a versão americana do nosso Alexandre Frota.

Tiririca

Política e BBB - há lugar para os famosos na política?

                                                                                Tiririca

O deputado federal mais votado da história da política brasileira anunciou sua aposentadoria no fim de 2017. Ele cumpriu dois mandatos e fez um discurso totalmente mentiroso. Ele dizia que sente vergonha da política, mas nada fez para mudar, viu tudo o que imaginou que "pior não ficaria" ficando pior mas não teve coragem de bater de frente com os coronéis. Ele foi realmente bem presente na câmara, mas ainda assim não deixou de praticar a "velha política" com muita politicagem. Saiu com vergonha mas com direito a aposentadoria integral depois de ter cumprido seus dois mandatos. Ele pode ser palhaço, mas bobo não é.

Ronaldinho Gaúcho

Política e BBB - há lugar para os famosos na política?

                                             R10, o craque pode virar mais uma decepção

De acordo com o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, o ex-jogador da seleção brasileira Ronaldinho Gaúcho disputará posição no senado em 2018, filiado ao Partido Ecológico Nacional (PEN), pelo estado de Minas Gerais.

O partido é o mesmo que o político Bolsonaro espera participar. A troca de filiação deve ocorrer em março do próximo ano, quando Bolsonora sairá do Partido Social Cristão (PSC)

Romário

Política e BBB - há lugar para os famosos na política?

                                                                               Romário

Com filiação ao PSB, em 2010 foi eleito deputado federal pelo estado do Rio de Janeiro (mandato de 2011 a 2014) e em 2014 foi eleito senador pelo mesmo estado (mandato de 2015 a 2023). Conhecido popularmente como "Baixinho", pela baixa estatura, o jogador ainda teve uma breve experiência como treinador, dirigindo o Vasco da Gama.

Russomano e Dória

Política e BBB - há lugar para os famosos na política?

                                                                          Russomano

Russomano atualmente está na Rede Record nos programas Hoje em Dia e Cidade Alerta, onde comanda a Patrulha do Consumidor. Em 2014, foi eleito Deputado Federal pelo estado de São Paulo, cargo que ele já havia ocupado por quatro mandatos consecutivos desde 1995. Foi candidato à Prefeitura de Santo André em 2000 e à Prefeitura da Cidade de Sâo Paulo em 2012 e 2016. Nas três oportunidades foi derrotado ainda no primeiro turno.

Já Dória é um empresário, jornalista, publicitário, político brasileiro, filiado ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). É o atual prefeito da cidade de São Paulo. Ficou conhecido como entrevistador de talk-shows, palestrante e organizador de eventos empresariais.

Os dois aproveitaram seus momentos de fama na TV e grandes influências financeiras para se elegerem.

Política e BBB - há lugar para os famosos na política?

                                                                             João Doria

Desta lista poucos são os que foram/são políticos exemplares. Ou seja, nas próximas eleições não se deixe levar pela fama dos candidatos, é melhor prestar atenção às propostas dos candidatos e dos partidos.