TV

Do celular para a TV: Candy Crush vai virar atração em emissora americana

Author

Há pouco mais de dois anos, quando eu ainda tinha um celular 'normal' (sem internet) e não um smartphone, lembro de uma amiga me perguntar indignada: 'Mas como você joga Candy Crush?' Eu não jogava. Até conseguir um iPhone. E o vício me pegou.

Todo mundo deve conhecer esse 'maldito' joguinho de celular. Maldito no bom sentido, se é que isso é possível. É meu companheiro na sala de espera do médico. No ônibus. No comercial de um filme. De bobeira em casa. Na piscina. E por aí vai...

Do celular para a TV: Candy Crush vai virar atração em emissora americana

Quer ter uma ideia do fenômeno que é o Candy Crush? Até o meio do ano, ele reinava sozinho como game de celular, com cerca de 20 milhões de usuários ativos por dia - perdeu o posto em julho para o Pokémon GO, com 21 milhões.

Esse fenômeno fez com que o jogo saísse dos smartphones para a TV. E ele vai se transformar num game-show na rede norte-americana CBS.

Para resumir o game do celular, os jogadores têm de reunir doces coloridos em uma linha para eliminá-los da tela e somar pontos. São mais de 2 mil fases que fazem todo mundo ficar vidrado no jogo. O formato deve ser parecido na TV: participantes divididos em duplas vão interagir num grande tabuleiro para completar as tarefas/desafios.

O programa terá 1 hora de duração, mas ainda não tem a data de estreia nem o apresentador. A ideia é que o projeto se estenda para outros países. "Nós somos grandes fãs de Candy Crush e, como muitos outros, nós sabemos dessa agitação para passar para a próxima fase do game”, afirmou Glenn Geller, presidente da CBS Entertainmet.

Se o programa na TV repetir o sucesso dos smartphones, ninguém tem dúvida que a audiência será alta.

#celular #tv #candycrush #jogo #game #eua #cbs