ESPORTES

Jogador de beisebol troca de time nos EUA para ficar mais perto da mãe doente

Author

O mundo dos esportes gira quase sempre em torno do dinheiro, mas às vezes a sensibilidade e o lado humano falam mais alto. E por um motivo nobre um jogador da Major League Baseball (MLB), a principal liga de beisebol dos Estados Unidos, trocou de time: para ficar mais perto da mãe doente.

Stephen Piscotty jogava no St. Louis Cardinals e foi para o Oakland Athletics principalmente por isso. Sua mãe, Gretchen Piscotty, tem 54 anos e foi diagnosticada com ELA (esclerose lateral amiotrófica). Ela mora em Pleasanton, na Califórnia, que fica a cerca de 50 km de Oakland.

Jogador de beisebol troca de time nos EUA para ficar mais perto da mãe doente

Como a situação de Gretchen piorou, e Stephen poderia ser negociado já que um outro atleta na mesma função tinha sido contratado, o Cardinals procurou fazer o melhor para seu jogador, e encontrou no Oakland Athletics o time perfeito.

Assim, o Cardinals recebeu outros dois atletas pela negociação e Stephen conseguiu se mudar para cuidar e ficar mais perto da mãe. Como podemos ver, nem sempre o esporte é um negócio que só pensa no dinheiro. 

"O pensamento de jogar em casa é um sonho e estar perto da minha mãe e da minha família não tem preço", disse o jogador ao site da MLB.

#esportes #beisebol