COMPORTAMENTO

Participante de Big Brother espanhol é expulso por suspeita de estupro

Author

Neste ano, o Big Brother Brasil ficou marcado pela caso de agressão de Marcos Harter na então companheira Emilly Araújo. A polícia interveio e o participante foi expulso da casa. Em 2012, na 12ª edição do BBB, também vimos uma eliminação: Daniel Echaniz teria estuprado Monique Amin e acabou fora.

Problemas como esses infelizmente também acontecem em versões Brasil afora do Big Brother. E uma suspeita de estupro veio lá da casa espanhola do 'Gran Hermano Revolution'.

Após uma festa, o participante José María López Pérez teria abusado sexualmente de Carlota Prado Alonso, que estava alcoolizada.

Participante de Big Brother espanhol é expulso por suspeita de estupro

O caso agitou a casa e a repercussão foi obviamente negativa fora dela. Usuários das redes sociais reclamaram e a Telecinco, emissora que transmite o programa, cedeu as imagens para que a polícia espanhola investigasse.

Antes mesmo de as autoridades darem seu veredicto, a direção do reality show resolveu agir. "A direção de Gran Hermano decidiu expulsar do programa José María por conta de uma conduta intolerável", foi o comunicado. A moça também foi convidada a deixar a casa, mas podendo voltar. “Deve-se ressaltar que o único expulso é José María, enquanto Carlota, seguindo as diretrizes do grupo de psicólogos, foi aconselhada que nestes momentos permaneça fora da casa. A porta está aberta para ela."

Quatro dias depois do ocorrido, a moça retornou ao programa. "Houve um fato sério e desagradável contra mim, que estava inconsciente", disse ela aos companheiros da casa. No entanto, ela afirmou que não levaria as denuncias adiante.

#bigbrother #estupro #violência #comportamente #realityshow #tv