ESPORTES

Contra a crise, Cavaliers se livram de suas "grandes contratações" da temporada

Author

Há tempos que o Cleveland Cavaliers não somava tantas derrotas na NBA - já são 22 em 53 jogos. As surras constantes irritaram o astro LeBron James e a direção do clube. Após reuniões sem sucesso do elenco, a franquia resolveu agir e, no último dia da janela de transferências, se livrou das "grandes contratações" da temporada. Dos quatro nomes de peso que o Cleveland Cavaliers trouxe para voltar a ganhar o anel da NBA, três foram envolvidos em trocas nesta quinta-feira. Sobrou até para o grande amigo de LeBron, Dwayne Wade, que acertou o retorno para o Miami Heat. Depois de sofrer com séries de lesões e não conseguir se firmar na equipe, Derrick Rose também deixa a franquia, assim como o baixinho abusado, Isaiah Thomas, agora jogador dos Lakers. Além do trio, Jae Crowder, Oman Shumpert e Chambinho Frye também foram embora. As trocas visão trazer "a paz" em Cleveland. Os Lakers receberam Thomas, Frye e mais uma escolha na primeira rodada do draft para cederem o armador Jordan Clarkson e o ala-pivô Larry Nance Jr. Rose e Crowder foram para o Utah Jazz, que cedeu Rodney Good. Já Shumpert foi para o Sacramento Kings em troca por George Hill. A troca mais estranha foi a de Wade com o Miami Heat. Os Cavaliers vão receber "apenas" uma escolha no draft de 2020, mas que será repassada ao Sacramento pelo negócio com Hill. "Livre" de metade do time, será que o Cleveland, novamente "apenas de" LeBron James volta a engrenar? Talvez.

Contra a crise, Cavaliers se livram de suas