FUTEBOL

Fim de uma era! Jogadores "vencem" e Wenger deixa o Arsenal após 22 anos

Author

Arsène Wenger vai deixar o Arsenal no fim da temporada. Após 22 anos dirigindo a equipe, ele anunciou seu adeus do clube no qual fez história, com 17 títulos conquistados. Sai após perder o comando do elenco e ver jogadores importantes "pedirem sua cabeça".

Fim de uma era! Jogadores "vencem" e Wenger deixa o Arsenal após 22 anos

O fim de uma era merece comemoração. Wenger é um Deus para o torcedor do Arsenal. Assim como foi (e ainda é) Alex Ferguson para o Manchester United. Treinadores de uma vida toda, vencedores.

O anúncio do adeus foi via site oficial do clube. E com clima amistoso, em forma de agradecimento e sem ressentimentos.
“Após uma cuidada ponderação e conversas com o clube, sinto que a altura certa para sair é no final da temporada", escreveu Wenger. “Estou grato por ter tido o privilégio de servir o clube por tantos anos memoráveis.”

Os acionistas do clube londrino lamentaram muito a saída do treinador e definiram o dia 20 de abril como "um dos mais difíceis da história do Arsenal".

Dono de 17 troféus dirigindo o clube inglês, entre eles três Premier League, Wenger já não conseguia manter um Arsenal vencedor nos últimos anos. Para piorar, além dos péssimos resultados, o relacionamento conturbado com diversos jogadores deixaram sua situação insustentável em Londres. Uma pena.