FUTEBOL

Jogando pouco no Barça, Philippe Coutinho está sentindo falta do Liverpool

Author

Philippe Coutinho bateu o pé para deixar o Liverpool. Ídolo na Inglaterra, acreditava que faria ainda mais sucesso na Espanha e exigiu ser negociado para o Barcelona. Depois de baita luta, os ingleses aceitaram liberá-lo pelo pagamento da multa (R$ 630 milhões). Três meses depois, o jogador pouco joga e certamente está sentindo muita falta do antigo lar.

Alguém em sã consciência ficaria com saudade do ex-clube sendo jogador do Barcelona? Óbvio que Coutinho tem tudo para explodir no estrelado time catalão, mas na atualidade, atuar pouco pode atrapalhar seus planos de fazer uma grande Copa do Mundo.

-----
Esse é só um lado dessa história. Veja outro:

-----

Como já jogou pelo Liverpool na Champions, ele fica impossibilitado de defender o Barça na competição. E ainda tem o agravante de ser reserva de Iniesta e não iniciar boa parte dos jogos. Ou seja, está atuando pouco, o que atrapalha no ritmo e também na briga por vaga na, seleção com Willian.

Tite gosta de ser justo com seus atletas e Willian vive ótima fase de Willian, arrancando elogios até de técnicos rivais, como o português José Mourinho, do Manchester United. O brasileiro, curiosamente, foi o grande nome do jogo de ida das oitavas da Champions entre Chelsea e Barcelona, empate por 1 a 1. Fez um gol e mandou duas na trave.

Coutinho era reserva de Willian na seleção e ganhou a vaga pelo melhor desempenho. Agora pode viver o outro lado da moeda. O Liverpool está voando e ele sabe que poderia estar curtindo essa grande fase do time. Mas saiu.

Na nova casa foram somente 10 jogos em três meses (7 no Espanhol e 3 na Copa do Rey). Cinco deles entrando no decorrer na partida. Dos cinco que começou como titular, acabou substituído em três. Fez um gol em cada torneio e deu uma assistência. Dos 900 minutos das 10 partidas, atuou a metade, 456, pouco para um titular de seleção brasileira. Mas a escolha foi dele é ele sabe que seria assim. Já no Liverpool...

Jogando pouco no Barça, Philippe Coutinho está sentindo falta do Liverpool