FUTEBOL

7 motivos para ficar preocupado com os seis meses de Rogério Ceni como treinador

Author

Rogério Ceni teve um ano sabático em 2016. Logo após a despedida no fim de 2015, ele definiu que gostaria de ser treinador e se dedicou aos estudos. Primeiro no País, depois viajou para fazer curso na Federação Inglesa para formação de técnicos. Queria assumir o São Paulo em 2018, mas abreviou a estreia na profissão e em seis meses ainda não mostrou a que veio.

É cedo para uma avaliação, contudo o 'professor' Rogério Ceni está muito aquém do esperado. Seu São Paulo ainda não engrenou e está distante de transmitir a segurança que o ex-goleiro passava quando estava em campo.

O torcedor respeita muito o Mito. Não esconde, entretanto, a preocupação com a demora para o time se firmar. Falta confiança e segurança no São Paulo de Ceni. Veja 7 motivos que deixam o são-paulino desconfiado sobre o trabalho do treinador:

1 - Sem esquema definido

Em quase seis meses de trabalho, Rogério Ceni ainda não definiu o esquema da sua equipe. Começou o ano com três atacantes, voltou para o tradicional 4-4-2 e agora aposta em três zagueiros, o que deixa muita gente confusa.

7 motivos para ficar preocupado com os seis meses de Rogério Ceni como treinador

2 - Quais os titulares?

Outro problema do comandante é não ter os 11 titulares escolhidos. A cada jogo vemos uma escalação diferente, o que dificulta muito no entrosamento e, por consequência, custa resultados.

7 motivos para ficar preocupado com os seis meses de Rogério Ceni como treinador

3 - Péssimo visitante

Se no Morumbi o São Paulo vem atropelando seus adversários, fora de casa a equipe é uma presa fácil aos rivais, acumulando derrotas em série.

7 motivos para ficar preocupado com os seis meses de Rogério Ceni como treinador

4 - Impaciência

Diferentemente de alguns treinadores que dão sequência de jogos para alguns atletas, Rogério Ceni não tem paciência com alguns e acaba sacando-os do time titular. A começar pelo gol que já teve Sidão, Denis e agora Renan Ribeiro.

7 motivos para ficar preocupado com os seis meses de Rogério Ceni como treinador

5 - Efeito gangorra

O time de Ceni não consegue encaixar uma série de vitórias e sofre muito pelos altos e baixos. No Brasileirão, por exemplo, amarga um perde e ganha incrível. Ganhou três e perdeu três. No ano, só por duas vezes ganhou três jogos seguidos, mesmo jogando um Estadual contra oponentes mais fracos.

7 motivos para ficar preocupado com os seis meses de Rogério Ceni como treinador

6 - Aproveitamento baixo

O São Paulo não conseguiu ganhar nem metade das partidas disputadas em 2017: foram 14 triunfos em 32 disputas, além de 7 derrotas e 11 empates, o que dão desempenho de 55,2%, baixo para técnico de time grande.

7 motivos para ficar preocupado com os seis meses de Rogério Ceni como treinador

7 - Ego alto

Desde quando era jogador, Rogério Ceni sempre se achou o dono da razão - não assumia suas falhas. Ele não aceita críticas também como técnico e vira e mexe anda dando respostas atravessadas e mal-educadas para jornalistas que questionam seu trabalho. Também já andou se bicando com alguns jogadores.

7 motivos para ficar preocupado com os seis meses de Rogério Ceni como treinador