FUTEBOL

Atlético-PR faz história ao golear o sempre temido Peñarol no Uruguai

Author

Está certo que a fase dos clubes uruguaios nos últimos anos não anda das melhores, mas ninguém sonha disputar um mata-mata com o temido Peñarol, um dos gigantes do continente, dono de cinco Libertadores e três Mundiais. Quis o sorteio da Copa Sul-Americana que o time aurinegro cruzasse o caminho do Atlético-PR. Pedreira. Fazendo valer seu apelido de Furacão, os brasileiros, porém, fizeram história ao não apenas eliminar os uruguaios, como ainda calaram seu caldeirão com goleada daquelas.

Foi de tirar o chapéu a atuação do Atlético-PR no estádio Campeão do Século, em Montevidéu. Diante de milhares de vozes entusiasmadas e naquele clima hostil de sempre, numa tradicional "panela de pressão", não se intimidou e aplicou um sonoro 4 a 1 para deixar até o mais fanático dos uruguaios com pesadelos. E a surra poderia ser ainda maior não fosse o goleiro uruguaio.

Leo Pereira abriu o marcador no primeiro tempo, aproveitando o bom cruzamento na cobrança de faltas. Pablo ainda desperdiçou boas chances até Marcinho, no começo do segundo tempo, ampliar a vantagem do rubro-negro paranaense que jogou de laranja.

Cebola Rodríguez até fez um golaço, o de honra, já que apenas os brasileiros voltariam a mexer no marcador, com Nikão e Bruno Guimarães. Que noit inesquecível dos paranaenses. Agora, nas oitavas de final, a "vítima" do embalado Furacão é o modesto Caracas, da Venezuela.

Atlético-PR faz história ao golear o sempre temido Peñarol no Uruguai