Brasil tem uma silenciosa arma contra a Bélgica: a forte muralha defensiva

O ataque brasileiro é poderoso e já deixou sua marca em todos os jogos desta Copa do Mundo. Pode, claro, nos levar ainda mais longe na Rússia. Mas a arma de Tite diante da ofensiva Bélgica na sexta-feira é a silenciosa e forte muralha defensiva. O treinador sabe que o confronto exigirá bastante de seus marcadores e o bom entrosamento entre Thiago Silva e Miranda tem tudo para ser decisivo. Se a zaga belga é uma peneira e não impõe confiança, a dupla brasileira se firma a cada jogo. A escalação de Thiago Silva ao lado de Miranda foi a grande surpresa de Tite na Copa. Quase toda a preparação foi com Marquinhos como titular. O professor, contudo, optou por mais experiência e fez a troca. Acertou na mosca. Mesmo caladões, de fala calma, mansa, Thiago Silva e Miranda são monstruosos lado a lado. E os números não mentem. Em 10 partidas da parceria, foi só um gol sofrido pelo Brasil, ainda assim, aquele bastante questionado da Suíça. Do mais, time intacto atrás e com Alisson trabalhando pouco. Já passaram por bons testes, como diante dos grandalhões sérvios, e agora nossa zaga terá o desafio mais grandioso, diante do forte Lukaku e os ligeiros De Bruyne, Hazard e Mertens. E não duvido se novamente a dupla se sobressair. E, quem sabe, ainda aparecer de surpresa lá no frente.

Be the first to like it!

Comments

People also liked

Related stories
1.Survivor Tells Of Fight To Strangle Mountain Lion
2.Students Walk Out In Climate Change Protest In UK
3.Failed Coup: Turkey Orders Detention Of Over 1,100 
4.Richard Gere, 69, Becomes Dad Again With Wife, 35
5.Research Unveils Answers To Hangover Questions
6.Outsourcing Helps Companies Thrive, Research Finds
7.10 Dead In Brazilian Football Training Ground Fire
8.Ruth Bader Ginsburg as elusive as the mysterious Sasquatch
9.Indian Man Plans To Sue Parents For Giving Birth To Him
10.Security Gap Exposes Private Images In Gay App Jack’d
500x500
500x500