FUTEBOL

Brasileiros voltam ao City "abraçados" por Guardiola após fracassarem na Copa

Author

Gabriel Jesus não marcou nenhum gol na Copa do Mundo da Rússia e acabou bastante contestado pela torcida verde e amarela. A situação de Fernandinho foi ainda pior. Autor de gol contra na eliminação diante da Bélgica, terminou apontado por muitos como principal culpado de queda da seleção. Os brasileiros voltaram ao Manchester City e, diferentemente do que acontece em terras tupiniquins, foram "abraçados" pelo técnico Pep Guardiola.

O comandante dos Citizens fez pouco caso do futebol apresentado por seus comandados na Rússia e fez questão de enfatizar o quanto são importantes para o atual campeão inglês. Foram muitos elogios à dupla, talvez num trabalho psicológico para erguer a moral dos jogadores, que serviram de bode expiatório na queda brasileira.

A prova que andam em alta na Inglaterra não veio apenas nas palavras do chefe. Assim que se reapresentou ao clube, Gabriel Jesus ganhou um novo contrato até o fim da temporada de 2023. Ganhou respaldo e voto de confiança.

Portanto, nada de falar mal dos brasileiros para Guardiola. Ele adora trabalhar com nossos jogadores. "Isso (crítica) é um problema do Brasil e da imprensa de lá. Eles sabem o tanto que são importantes e o tanto que os amamos. Eu sinto que eles estão muito confortáveis aqui", disse o técnico, sem querer entrar em polêmica e mostrando como um profissional deve ser tratado após momento ruim.

Guardiola sempre definiu Fernandinho como ponto de equilíbrio de sua equipe e adora o espírito de luta de Jesus. "Eu nunca encontrei um atacante que luta como ele pela equipe, e ele é capaz de melhorar, vai melhorar. É uma daquelas pessoas que sempre acha que pode fazer melhor".

Brasileiros voltam ao City "abraçados" por Guardiola após fracassarem na Copa