Campeões na ida: estaduais não registram viradas no segundo jogo das finais

Campeões na ida: estaduais não registram viradas no segundo jogo das finais

Collection A Bola Pune

Não importa o estado, os times passam o campeonato todo lutando por um desempenho bom para fazer o segundo jogo dos mata-matas em casa e, desta forma, ter vantagem na decisão. Pois bem, as finais dos estaduais provaram que a tese tem de ser revista já que nenhum time conseguiu reverter a vantagem do jogo de ida na disputa pela taça. O Paulistão é o campeonato que mais serviu para provar que o jogo de ida é decisivo num mata-mata. A Ponte Preta chegou à decisão após ganhar em casa de Santos e Palmeiras e depois garantir a vantagem no segundo jogo - diante dos santistas precisou dos pênaltis, mas não levou a virada. O campeão Corinthians também fez valer vantagem do primeiro jogo, mas em seu caso, como visitante. Fez 2 a 0 no São Paulo nas semifinais e 3 a 0 sobre a Ponte Preta na final. Na volta só segurou empates por 1 a 1 para fazer a festa.

Confira outros estaduais que também foram 'decididos' no jogo da ida. Carioca O Flamengo ergueu a taça no Rio com duas vitórias sobre o Fluminense. Com 1 a 0 no primeiro confronto, obrigou o Tricolor a partir para cima no jogo de volta. Até saiu atrás, mas buscou a virada neste domingo.

Catarinense O primeiro título da Chapecoense pós tragédia que vitimou todo o grupo de 2016 veio diante do Avaí. A equipe verde fez 1 a 0 na casa do rival e na volta, mesmo com 1 a 0 contra, deu a volta olímpica.

Goiano O Goiás ergueu mais uma taça no estado após superar o Vila Nova. Com 3 a 0 na ida, transformou o jogo de volta em mero amistoso. E ainda venceu novamente, com 1 a 0.

Cearense O Ceará encarou o surpreendente Ferroviário na decisão é não deu chances para a zebra com dois triunfos seguidos.

Alagoano O CSA jurava que em casa reverteria a vantagem do CRB de 1 a 0 no primeiro jogo da decisão do Alagoano. Mas foi novamente batido, desta vez por 3 a 2.

Paranaense Outro amistoso decisivo aconteceu entre Coritiba e Atlético-PR. O Coxa já havia selado a conquista com os 3 a 0 no duelo de ida. Na volta apenas segurou a vantagem é com o 0 a 0 festejou.

Mineiro O clássico de Belo Horizonte foge um pouco da tese, já que foi 0 a 0 no Mimeirao na ida. Acontece que o Atlético jogava por dois empates e ao não cair na casa do Cruzeiro, confirmou seu favoritismo com 2 a 1 no Independência.

Matogrossense No Mato Grosso, o Cuiabá fez 2 a 1 no jogo de ida e atuava pelo empate pela taça diante do Sinop. Caiu por 1 a 0, mas com 5 a 4 nos pênaltis evitou a virada na decisão.

Paraibano O Botafogo garantiu mais uma conquista graças ao triunfo por 3 a 2 no duelo de ida das finais. Na volta, segurou o 1 a 1 com o Treze e fez a festa pelo 28° título.

No Baiano o Vitória fez valer o melhor desempenho e se garantiu com dois empates diante do Bahia, no Rio Grande do Sul deu Novo Hamburgo diante do Inter nos pênaltis, após duas igualdades, e depois de 1 a 1 na ida, o Paysandu levou o Paraense com 2 a 1 no Remo.

Be the first to like it!

People also liked

Related stories
1.Summer 2015
2.Pippa Middleton is getting married. Who cares?
3.How can we be an ally to black people?
4.It's global.
5.Who killed it at the Academy Awards? ?????
6.Who Slayed At The Met Gala
7.The Most Dangerous Beauty Treatments of The Past
8.14. We got on our bus to Tokyo and they stood outside, devastated
9.Creepy clown sightings out west
10.Benjamin Franklin's success as a publisher let him retire to invent more things
500x500
500x500