FUTEBOL

Cansado de perder pênaltis no ano, time acha batedor que é fera... com as mãos

Author

Às vezes temos a solução para os nossos problemas mais perto do que imaginamos e nem percebemos. E elas podem vir de quem a gente menos espera. O Coritiba é o rei dos pênaltis perdidos em 2017. Foram sete cobranças desperdiçadas, seja por erro do alvo ou por defesas dos goleiros. Cansado de falhar nessa 'quase certeza' de gol, o time agora tem um batedor oficial que é fera... com as mãos.

Confuso? A explicação é simples. Um dos melhores goleiros da temporada e sempre entre os que mais se destacam nos últimos anos, Wilson não se intimidou com a tarefa extra e resolveu mostrar aos atacantes como se faz.

Desde o fim de setembro, quando Carleto parou em Gatito Fernandes no famoso jogo do sal grosso e o Coxa perdeu do Botafogo por 3 a 2, Wilson assumiu a função. Curiosamente, os pênaltis não surgiram mais.

Foram mais de 40 dias até surgir uma nova falta na área rival. Pênalti diante do Avaí e lá foi Wilson tentar acabar com o trauma do Coritiba em 2017. Experiente, calmo, bateu forte e correu para o abraço. Primeiro gol do goleiro na Série A, quinto na carreira e uma certeza: o herói com as mãos também sabe utilizar os pés.

"Fico muito feliz pelo gol, foi uma noite especial. A torcida nos apoiou muito e consegui fazer o gol. Vamos continuar trabalhando muito para sair dessa situação e seguir subindo na tabela”, declarou o goleiro ao site oficial do clube.

Cansado de perder pênaltis no ano, time acha batedor que é fera... com as mãos

Foto: Coritiba/Divulgação