FUTEBOL

Colômbia tem jogador expulso com três minutos e é superada pelo Japão

Author

Carlos Sánchez enterrou as chances de boa estreia da Colômbia na Copa do Mundo com apenas três minutos de jogo. O volante pensou que era goleiro, cortou com a mão um gol que seria certo do Japão e acabou levando o cartão vermelho merecidamente. Sua "defesa" deixou a seleção com um a menos praticamente o jogo todo, e acabou custando a derrota por 2 a 1 para os asiáticos.

Para quem fez uma Copa de 2014 muito boa, com primeira fase perfeita, a Colômbia já entrará pressionada diante de Polônia e Senegal, apontados como rivais mais fortes da chave.

A expulsão de Sánchez foi a segunda mais rápida da história das Copas - o cartão vermelho começou a ser exibido em 1970. Antes dele, apenas o uruguaio Batista foi para o chuveiro com menos tempo. E tem um recorde duro de ser batido, ao levar o vermelho contra a Escócia com apenas 56 segundos em 1986.

Sánchez agiu por impulso e acabou enterrando a seleção. Além de ser expulso, ele viu Kagawa cobrar o pênalti com precisão e abrir o placar, logo aos seis minutos - a partida ficou parada por três minutos após o lance da expulsão. Atrás do placar e inferiorizada no número de jogadores, a Colômbia precisava de superação, porém...

Em falta cavada por Falcao, até conseguiu chegar ao empate com Quinteto, no fim da primeira etapa. Em cobrança ao melhor estilo Ronaldinho Gaúcho, ele bateu rasteiro por baixo da barreira e surpreendeu os japoneses, que pularam no lance.

O desgaste físico, contudo, foi determinante para a derrota na segunda etapa. Os dedicados japoneses foram para cima e bombardearam o goleiro Ospina. Até Osako desviar de cabeça e deixar a seleção em vantagem novamente no placar. Dali em diante, a ordem era apenas se segurar na defesa.

James Rodriguez até teve chance de empatar, mas chutou pelo alto. Do mais, muita determinação de uma brava seleção japonesa que, pela primeira vez na história, ganha de um adversário sul-americano em Copa do Mundo.

Colômbia tem jogador expulso com três minutos e é superada pelo Japão
Colômbia tem jogador expulso com três minutos e é superada pelo Japão