FUTEBOL

Dois brasileiros não badalados figuram na seleção de revelações da Champions

Author

Toda rodada da Champions League é a mesma coisa. Muitos gols, jogadas geniais, dribles sensacionais e diversos jogadores brasileiros envolvidos. Apesar de ser a maior competição europeia, a legião brasileira dá as cartas. São vários os nossos astros por lá, mas foram dois jogadores pouco ou não badalados os escolhidos para a seleção de revelações de 2017 da Champions divulgada pela Uefa.

Para figurar entre as revelações, o jogador precisa ter no máximo 24 anos e não ter disputado mais de duas edições da Champions League. Com esses critérios, os badalados Marcelo, Neymar, Diego Alves, Phillipe Coutinho, William já não poderiam nos representar.

Mesmo assim ainda sobrariam muitos brasileiros bons de bola para serem escolhidos. Ao ouvir revelação, certamente já mandaríamos na lata um Gabriel Jesus. Certo? Errou.

A atacante do City não está entre os eleitos. A UEFA optou por seu companheiro de clube e da seleção brasileira, o goleiro Ederson, sensação debaixo das traves do time inglês, além do meia Anderson Talisca, grata surpresa do turco Besiktas, com quatro gols, belas arrancadas e chutes de longa distância.

Com os dois brasileiros, a seleção ficou assim: Ederson (Benfica/Manchester City); Semedo (Benfica/Barcelona), Sánchez (Tottenham), Süle (Bayern) e Tierney (Celtic); Winks (Tottenham), Talisca (Besiktas) e Asensio (Real Madrid); Mbappé (Monaco e PSG), Werner (Leipzig) e Oberlin (Basel).

Dois brasileiros não badalados figuram na seleção de revelações da Champions