FUTEBOL

Dono de um dos melhores elencos do Brasil, Santos sofre com inevitável desmanche

Author

O Grêmio está festejando o tri da América, o Corinthians deu a volta olímpica no Brasileirão, mas o Santos, dono de um dos melhores elencos do Brasil, junta os cacos após temporada frustrante e sem conquistas. Prometendo um 2018 diferente, os dirigentes tentam amenizar o inevitável vexame.

A sangria no elenco deve ser grande. Zeca rescindiu durante o Brasileirão, alegando atrasos de pagamentos e negocia com Palmeiras e Corinthians. Saiu pela porta dos fundos do clube, da pior maneira - entrou na Justiça.

Cérebro do time nos últimos anos, Lucas Lima cansou das promessas frustradas que com conquistas na Vila Belmiro chamaria a atenção de gigantes da Europa. Ilusão. Em baixa, preferiu buscar a volta por cima no Palmeiras.

Victor Ferraz é o próximo a dar adeus. Dorival Júnior o quer no São Paulo e o clube do Morumbi não medirá esforços para tirá-lo de Santos. Vai subir a serra logo, logo.

Até mesmo o capitão Ricardo Oliveira não está garantido. O clube oferece renovação de contrato, mas seu empresário já disse que, por ele, não teria nem conversa. Atrasos no pagamento podem também fazer o atacante respirar novos ares.

Vladimir Hernández chegou nessa temporada e quase não foi utilizado. Pouco aproveitado pediu para sair e deve retornar à Colômbia. O Júnior Barranquilla o quer de volta e o Deportivo Calo corre por fora.

Thiago Maia foi negociado no meio da temporada para aliviar as contas, mas ainda assim os cofres santistas andam "vazios" e outros nomes não estão garantidos. Rodrigão voltou do Bahia e deve ser emprestado novamente. Assim como Alan Santos. O Santos de 2018 será bem diferente. Será que vai se manter forte?

Dono de um dos melhores elencos do Brasil, Santos sofre com inevitável desmanche