FUTEBOL

Fantasma argentino, o desafio final do Grêmio pelo topo da América

Author

A vaga não veio da maneira imaginada. O Grêmio sofreu bastante diante do Barcelona de Guaiaquil em sua arena, perdeu o jogo por 1 a 0, levou bola na trave e alguns sustos. Mas soube aproveitar a enorme vantagem dos 3 a 0 fora e está na decisão. Agora, o Tricolor gaúcho precisa exorcizar um fantasma para recolocar o país no topo da América e festejar o tricampeonato da Libertadores: acabar com a sina de perder para argentinos na final.

Dez anos após disputar sua última final - caiu em pleno estádio Olímpico para o Boca Juniors, o Grêmio terá pela frente o Lanús, que acabou com a pose do favorito River Plate em virada histórica após ter desvantagem no confronto de três gols.

Será duro. Os gaúchos sabem do poder argentino, da técnica. Mas depois de sucumbir diante do Boca e também após deixarem um título escapar diante do Independiente, os gremistas garantem estar preparados para a redenção. Faltam dois jogos para o tricampeonato, a consagração total do ídolo e técnico Renato Gaúcho e a volta do Brasil ao topo do pódio após três temporadas sem nem ao menos chegar à final.

O Grêmio é Brasil e todos confiamos que ele vai passar por cima do Lanús. Com o show de Guaiaquil ou o sufoco da arena, não importa, desde que traga a taça. Chegou a hora de os hermanos sentirem a nossa força.

Fantasma argentino, o desafio final do Grêmio pelo topo da América
Fantasma argentino, o desafio final do Grêmio pelo topo da América
Fantasma argentino, o desafio final do Grêmio pelo topo da América
Fantasma argentino, o desafio final do Grêmio pelo topo da América

Fotos: Ricardo Rimoli/Agif