FUTEBOL

Fim do sofrimento? São Paulo festeja como título a saída da zona perigosa

Author

Nada de apresentação dos sonhos. Pelo contrário, o time demonstrou enorme nervosismo e passou aperto. Não fosse o goleiro Sidão... Mas no futebol o que manda é bola na rede e apenas o São Paulo marcou no Morumbi. Com triunfo magrinho diante do Sport, por 1 a 0, a equipe enfim deixou a zona de rebaixamento. E festejou como conquista de um título.

Após cinco rodadas seguidas entre os piores, e 13 no total, o São Paulo enfim dorme fora da degola. Fim do sofrimento? Exagerado, o técnico Dorival Jr. já fala em vaga na Libertadores. Os jogadores só pedem atenção para que a agonia não volte e mantêm pés no chão.

Sabem que um vacilo pode custar caro. Estão vacinados e bem felizes. O que mais impressionou nessa "conquista" Tricolor foi a festa do grupo após 90 minutos de uma intensa batalha contra a queda. Era confronto direto e eles se abraçaram após o apito final, Lugano fez festa com todos enquanto alguns, esgotados, se deitaram no chão agradecendo aos céus o enorme peso tirado das costas.

Festa para um... Agora entre os piores, os pernambucanos de Vanderlei Luxemburgo mereciam melhor sorte. O chute de Anselmo carimbou travessão no primeiro tempo. Já no gol são-paulino a bola bateu no zagueiro e sobrou para Marcos Guilherme correr para o abraço.

O fim foi ainda mais dramático. Aos 49 do segundo tempo, Tomás, de cabeça, exigiu milagre de Sidão. Após o escanteio foi a vez de Enriques parar no "cara" do jogo. Sidão definiu como "defesas coletivas" e a festa foi bem bacana. Alívio instantâneo ou definitivo?

Fim do sofrimento? São Paulo festeja como título a saída da zona perigosa
Fim do sofrimento? São Paulo festeja como título a saída da zona perigosa
Fim do sofrimento? São Paulo festeja como título a saída da zona perigosa
Fim do sofrimento? São Paulo festeja como título a saída da zona perigosa

Fotos: Alê Cabral/Agif