FUTEBOL

Guardiola não faz milagre, é expulso e vê o City apanhar outra vez do Liverpool

Author

Há uma semana, enquanto os torcedores do Manchester City não escondiam a frustração com dolorosa derrota diante do Liverpool, por 3 a 0, Pep Guardiola era só otimismo com discurso que sua equipe buscaria uma das maiores viradas de um mata-mata de Champions League. O dia do jogo chegou e quem fez tal proeza foi a Roma diante do Barcelona. O milagre prometido pelo treinador não veio, ele acabou expulso no Etihad Stadium e os Reds bateram nos Citizens pela terceira vez na temporada, agora por 2 a 1.

Guardiola não faz milagre, é expulso e vê o City apanhar outra vez do Liverpool

Sim, amigos, Guardiola, treinador que se acha o bambambam do planeta não conseguiu levar o estrelado e milionário City nem às semifinais da Champions. Pior, caiu com duas derrotas, a desta terça-feira com direito a chilique do treinador espanhol.

Ao menos ele tinha razão. Guardiola foi para o chuveiro mais cedo ao "falar muito" com o árbitro no intervalo do duelo de volta. Sua revolta era com um gol mal anulado após seu atacante Sané receber a bola de um defensor, o que não caracteriza o impedimento.

Seria o segundo gol dos Citizens na partida, após Gabriel Jesus abrir o marcador logo de cara e um passo gigantesco para a busca da "volta por cima". A expulsão do comandante da nau de Manchester acabou fazendo o time inteiro naufragar.

Sem o técnico à beira do campo, o City que fez primeiro tempo primoroso, caiu de rendimento. E, como na semana passada, sentiu muito o golpe de levar um gol do Liverpool. Salah foi o responsável por tirar o City "dos trilhos".


Com menos de uma etapa pela frente, o City se perdeu completamente na missão de, dali em diante, ter de anotar quatro gols. Não conseguiu e ainda viu o brasileiro Roberto Firmino acabar com o sonho azul e aumentar a esperança vermelha de título para a Inglaterra.

Guardiola verá às semifinais do sofá e terá muito tempo para corrigir os erros do virtual campeão inglês para que tudo de errado seja corrigido e tudo de bom se repita na edição da próxima temporada.

Levar o elenco que andava acostumado só com vitórias ao divã para que ele saiba se comportar e reagir após sofrer um gol é prioridade. Se o City não aceitar seus defeitos, o sonho de ganhar a Europa jamais se concretizará. É hora de clube e seu treinador darem um passo atrás para colher os frutos lá na frente. Com humildade e torcendo para não haver novos cruzamentos com o "fantasma" Liverpool.

Guardiola não faz milagre, é expulso e vê o City apanhar outra vez do Liverpool
Guardiola não faz milagre, é expulso e vê o City apanhar outra vez do Liverpool
Guardiola não faz milagre, é expulso e vê o City apanhar outra vez do Liverpool
Guardiola não faz milagre, é expulso e vê o City apanhar outra vez do Liverpool