FUTEBOL

Janela europeia nem abriu e já temos clubes em pânico com assédio a seus craques

Author

O temor de todo time brasileiro vem chegando. A janela de transferências do mercado europeu abre nos próximos dias - já vale na Inglaterra - e o pânico com assédio aos principais jogadores já mexe com os clubes. Muitos torcem pela chegada do mês de agosto para se aliviar com quem ficou. As perdas são inevitáveis e os europeus costumam fazer estragos por aqui.

Janela europeia nem abriu e já temos clubes em pânico com assédio a seus craques

O Cruzeiro está rompendo contrato com o empresário André Cury, parceiro de duas décadas, justamente por ofertas do ídolo De Arrascaeta aos gringos. Como o clube tem dívida de R$ 14 milhões com o agente, ele está cavando um clube europeu para o jogador, destaque nesses primeiros meses de ano, e irritou os dirigentes mineiros.

A saída do meia, contudo, já é dada como certa tamanha as sondagens de fora. Assim como o Grêmio dificilmente vai conseguir segurar Luan, seu principal jogador. Desde o meio de 2017 que os campeões da Libertadores vêm adiando a venda.

O russo Zenit acaba de sondar os gaúchos sobre o preço do astro. Querem levá-lo de qualquer maneira. E sem se importar com as cifras. Assim como um clube inglês e outro chinês também estão no páreo. O adeus está próximo. O pior é que o Barcelona já tem acerto com o volante Arthur e Pedro Geromel, que já estava em alta, provavelmente nem volta ao país após convocação para a Copa. O defensor jogou por 10 temporadas fora do Brasil e pode, mais uma vez, se aventurar na Europa.

Campeão brasileiro, o Corinthians é outro de cabelo em pé com o mercado europeu. Mesmo precisando fazer grana, sabe que um possível desmanche atrapalharia (demais) os planos para o segundo semestre, com Brasileiro, Libertadores e Copa do Brasil.

E não são poucos os jogadores no radar dos gringos. Maicon já está certo com o futebol ucraniano e Rodriguinho desperta interesse em muita gente. Iria para a Turquia? Fagner e Cássio têm a favor o fato de irem para a Copa, Balbuena sempre é assediado, e Pedrinho, visto como jovem promissor.

A molecada, por sinal, anda bastante em alta e no radar estrangeiro. O atacante flamenguista Vinícius Júnior vai para o Real Madrid e Lucas Paquetá é outro cobiçado do Rubro-Negro. Pode embarcar para o sonho europeu também agora. Paulinho foi vendido pelo Vasco para o futebol alemão e faz as malas, enquanto o Barcelona quer prioridade no santista Rodrygo.

Janela europeia nem abriu e já temos clubes em pânico com assédio a seus craques
Janela europeia nem abriu e já temos clubes em pânico com assédio a seus craques
Janela europeia nem abriu e já temos clubes em pânico com assédio a seus craques

O Palmeiras renovou o contrato de Dudu justamente por saber do forte mercado de seu ídolo. Ele até pediu para seus empresários acharem um clube no Velho Continente. Depois desconversou. Lucas Lima nunca escondeu que quer defender grande clube da Europa e, se a proposta chegar, vai sem cerimônia.

O São Paulo definiu que venderá o zagueiro Rodrigo Caio. E, se antes gostaria de proposta vantajosa, agora aceita "se livrar" por alguns tostões.

Esses são apenas os nomes de mais peso que podem deixar nosso futebol mais pobre ao partirem para a Europa. Não esqueçam, porém, que outros tantos também devem sair. Para tristeza do nosso futebol, cada vez mais esvaziado de boas peças.

Janela europeia nem abriu e já temos clubes em pânico com assédio a seus craques
Janela europeia nem abriu e já temos clubes em pânico com assédio a seus craques