FUTEBOL

Jogador é dispensado na Alemanha por ato de indisciplina inusitado: fez tatuagem

Author

Clubes de futebol adoram implantar suas cartilhas de recomendações aos jogadores, com muitas aberrações, e qualquer deslize é punição. Prestes a decidir a Copa da Alemanha, o Eintracht Frankfurt acaba de dispensar um de seus destaques por causa de uma... tatuagem.

Nossa, fez uma suástica? Declaração de amor a outro clube? Insultou pessoas? Nada disso, Guillermo Varela foi dispensado simplesmente por ir num tatuador fazer um simples desenho.

Jogador é dispensado na Alemanha por ato de indisciplina inusitado: fez tatuagem

O lateral uruguaio está fora da final contra o Borussia Dortmund e volta ao Manchester United, que detém os seus direitos federativos, por irritar o técnico Niko Kovac, o 'general' do clube.

"Contrariando as indicações do treinador Niko Kovac, Guillermo Varela foi fazer na última terça-feira uma tatuagem que inflamou. Se trata de um comportamento irresponsável que afeta toda a equipe," justificou o clube, sem convencer.

Ordens são para respeitar, é bem verdade, porém existem tantos exageros que desanimam até os mais fanáticos torcedores. Acorda Eintracht.

Quer dizer que com essas regras, Neymar e Messi, astros mundiais e fanáticos por tatuagens, não poderiam defender o clube? Duvido que fariam isso com um jogador desse quilate. Pobre Varela.