FUTEBOL

MBappé coloca França nas oitavas, derruba o Peru e faz história na Copa

Author

Kylian MBappé acaba de fazer história na Copa do Mundo da Rússia. O garoto prodígio do PSG, parceiro de Neymar, marcou o gol que levou a França para as oitavas de final e se tornou o mais jovem a balançar as redes com a camisa dos Bleus num Mundial. Mais: nenhum atleta nascido após o Mundial de 1998 havia até então anotado um gol em Copas. O triunfo por 1 a 0, além de garantir a vaga antecipada, manda o Peru mais cedo para casa.

MBappé coloca França nas oitavas, derruba o Peru e faz história na Copa

MBappé superou o também atacante David Trezeguet, que havia feito seu primeiro gol pela França num Mundial com 20 anos e 246 dias. O jovem do PSG está com 19 anos e 183 dias. Mais que o gol, ele teve uma noite iluminada em Ecaterimburgo. Tentou marcar de calcanhar, deu passe de letra e infernizou a vida do lateral flamenguista Trauco. Certamente os peruanos vão ter pesadelos com ele.

E olha que o Tartaruga Ninja, como é carinhosamente apelidado, nem era a grande aposta do treinador. Didier Deschamps investiu numa seleção mais madura com a escalação de Matuidi no meio e Giroud, na frente. Com um centroavante fixo, a ideia era apostar no jogo aéreo. Assim como Ricardo Gareca, no Peru, confiava num resultado positivo com Paolo Guerrero desde o minuto inicial.

O grandalhão francês apareceu para escorar bola para belo chute de Griezmann logo no início. O goleiro peruano Gallese defendeu com o joelho. A resposta veio com Guerrero girando sob o marcador Umtiti e batendo rasteiro para Lloris também usar o joelho para evitar o gol.

Os dois centroavantes apareceriam no lance do primeiro gol do jogo. O peruano perdeu bola para Pogba, que tocou rápido para Giroud. O francês bateu prensado, a bola encobriu o goleiro e faria o gol, mas MBappé, o cara do dia, resolveu empurrar a bola de vez para as redes: 1 a 0 aos 35 minutos para desespero dos peruanos, maioria absoluta nas arquibancadas.

MBappé estava abusado. Já havia tentado marcar de calcanhar e, aos 42 minutos, tocou de letra para Griezmann deixar Hernández com ótima chance para ampliar. Gallese salvou. A França se agigantou após o gol e deu aula de contragolpes. Não fosse o goleiro peruano...

Contra a queda precoce, o Peru veio ainda mais ofensivo na fase final. Aquino viu a chance de ressurreição bater na trave. Os sul-americanos martelaram até o fim, mas pecaram pela deficiência técnica de alguns jogadores. Não superaram o goleiro Lloris, em seu 100° jogo pela França, e agora tentarão uma despedida honrosa diante da Austrália na terça-feira. A França joga pelo empate com a Dinamarca para avançar em primeiro.

MBappé coloca França nas oitavas, derruba o Peru e faz história na Copa
MBappé coloca França nas oitavas, derruba o Peru e faz história na Copa
MBappé coloca França nas oitavas, derruba o Peru e faz história na Copa