FUTEBOL

Na batalha dos camisas 10, MBappé brilha, Messi some e França derruba Argentina

Author

Aos 43 minutos do segundo tempo a placa anuncia a substituição de MBappé. O parceiro de Neymar no PSG sai aplaudido de pé, ovacionado. Num jogo que prometia muito brilho dos camisas 10 de França e Argentina, foi o jovem de 19 anos quem se destacou. Fez dois gols, driblou, deu arrancadas e mandou o astro Messi para casa mais cedo com vitória gigante por 4 a 3.

O abraço entre os franceses no fim do jogo mostra a satisfação após grande apresentação num duelo contra um gigante do futebol mundial. Após duas derrotas em Copas, eles finalmente ganharam da seleção sul-americana.

 Desorganizada em toda a competição, a Argentina pode ter se despedido de Messi, pensativo e com cara de poucos amigos após nova frustrante campanha pelo país. Ele já havia adiantado que dificilmente permaneceria a depender do desempenho na Rússia. E como foi bem ruim...

O possível adeus veio diante de um bom público em Kazan. Domínio argentino nas arquibancadas, superioridade francesa total em campo. Com velocidade nos toques de bola e um melhor entrosamento, os Bleus começaram com tudo o jogo de abertura das oitavas de final.

Griezmann cobrou uma falta no travessão e assustou logo de cara. Se todos queriam ver a genialidade de Messi, quem encantava era o outro camisa 10 do jogo, MBappé, com suas arrancadas. Numa delas, atravessou o campo e só foi parado com falta de Rojo, dentro da área: pênalti. Griezmann, dessa vez, acertou o alvo e aos 12 tirou o zero do placar.

A cambaleante Argentina, novamente, se via sob pressão na Copa. Mostraria nova reação? Messi não via a cor da bola. Pogba, num lançamento longo, acha MBappé, que ganha na velocidade e mais uma vez só é parado na base da falta. Pogba isolou a chance de ouro.

Enquanto os hermanos tocavam sem objetividade e não assustavam Lloris, os franceses chegavam a todo momento na cara do gol. Era um time enfrentando um "amontoado" de jogadores. Mas com peso de se chamar Argentina e que jamais pode ser desprezado.

Na primeira finalização no alvo, já aos 40 do primeiro tempo, Di María empatou. O meia recebeu livre e acertou um baita chute, indefensável para Lloris. A França não aproveitou o melhor volume e foi ao vestiário castigada.

Se o gol de Di María não fazia justiça ao placar, a situação piorou logo aos 3 minutos da etapa final. Messi pegou a sobra e bateu para o gol, no meio do caminho a bola desvia em Mercado e morre no fundo das redes: virada injusta e improvável.

A pressão, então, passa para o lado da França. Sentiria a virada? Que nada, o time reagiu rápido com um golaço de Pavard, em chute de três dedos de fora da área logo aos 11. Uma pintura.

O gol abalou os argentinos. E acordou de vez a molecada francesa. Se o sumido Messi esfregava o rosto, prevendo o pior, MBappé daria novos passos em seu show particular. O camisa 10 que já infernizava na primeira etapa levou os hermanos à loucura em menos de cinco minutos.

Tartaruga Ninja mostrou habilidade e agilidade aos 18, ao pegar sobra na área, driblar o zagueiro e bater forte, por baixo de Armani. Aos 22, MBappé finaliza rasteiro para completar uma verdadeira lição de contra-ataque. A França saiu tocando de pé em pé de sua defesa até anotar seu quarto gol. Virou massacre.

A Argentina, como em toda a Copa, se lançava desorganizada no ataque e era uma peneira atrás. A todo momento víamos dois, três franceses diante de no máximo dois marcadores. Um capricho a mais e Messi e cia. voltariam para casa com goleada histórica.

Os franceses, contudo, pareciam satisfeitos. Messi ainda serviu Agüero no fim para um desconto. Mas já era bem tarde e quem mais jogou bola foi o premiado. A França avança empolgada e a Argentina volta para casa precisando de séria e grande reformulação após uma Copa para ser esquecida, na qual não jogou nada.

Na batalha dos camisas 10, MBappé brilha, Messi some e França derruba Argentina
Na batalha dos camisas 10, MBappé brilha, Messi some e França derruba Argentina
Na batalha dos camisas 10, MBappé brilha, Messi some e França derruba Argentina
Na batalha dos camisas 10, MBappé brilha, Messi some e França derruba Argentina
Na batalha dos camisas 10, MBappé brilha, Messi some e França derruba Argentina
Na batalha dos camisas 10, MBappé brilha, Messi some e França derruba Argentina