FUTEBOL

Neuer tenta convencer que elenco da Alemanha "não está rachado". Será mesmo?

Author

A derrota da campeã mundial Alemanha diante do México trouxe mais danos que apenas a perda dos três pontos na estreia da Copa do Mundo. A imprensa alemã noticiou que há uma guerra entre os jogadores mais jovens e os veteranos que estaria prejudicando o ambiente. Após a "lavagem de roupa suja" - foram três longas reuniões entre o grupo apenas após o jogo, o goleiro Neuer foi o escolhido para apagar o incêndio e garantir que o elenco está unido. Suas palavras, entretanto, não foram muito convincentes.

Com a autoridade de ser o capitão alemão, Neuer chegou com mais de uma hora de atraso à coletiva justamente por causa do último papo entre os jogadores. Tentou ser diplomático, mas nas entrelinhas acabou admitindo existir problemas na campeã mundial.

"Acabamos de ter uma reunião do time. Conversamos muito sobre como podemos melhorar. Havia muitas coisas que tínhamos de dizer na cara uns dos outros", observou. Ou seja, as cobranças existiram. "Acho que a comunicação entre nós nunca esteve tão forte quanto depois do jogo contra o México."

Depois, tentou, em vão, garantir que o ambiente está tranquilo. "Não há divisão entre nós. Temos jogadores experientes e ninguém fugiu da responsabilidade", afirmou, revelando insatisfação e decepção com a atuação diante do México na derrota por 1 a 0.

Ao garantir que os experientes não fogem da responsabilidade, ele meio que revela onde o "bicho está pegando" na equipe. A molecada não estaria se entendendo com os maduros e acha que não pode ser cobrada pela "imaturidade". Alguns medalhões estariam tentando desviar o foco do fracasso pela atuação apática de alguns meninos, como Timo Werner, o que fez ferver o ambiente alemão.

Agora a resposta é: rachado e sob cobranças, os alemães vão dar a volta por cima ou se afundar de vez? A Suécia pode se tornar o bode expiatório.

Neuer tenta convencer que elenco da Alemanha "não está rachado". Será mesmo?