FUTEBOL

Pelo bem da seleção brasileira, Bayern e Roma têm de decidir a Champions

Author

Obviamente que o técnico Tite não vai falar abertamente, mas sua torcida nas semifinais da Champions League já está definida: pelo bem da seleção brasileira, o comandante vai querer que Bayern e Roma avancem à decisão. O motivo? Os jogadores que forem para a final só se apresentarão ao time após a decisão, dia 26 de maio, em Kiev, perdendo a semana inicial dos treinos e Liverpool e Real Madrid contam com convocados certos de atletas de linha. No clube italiano há o goleiro Alisson e o melhor é tê-lo jogando.

Pelo bem da seleção brasileira, Bayern e Roma têm de decidir a Champions

Tite anuncia os 23 nomes que vão buscar o hexacampeonato na Rússia no dia 14 de maio. No dia 21, os primeiros convocados se apresentam na Granja Comary para o início da preparação e o comandante torce para contar com o maior número de atletas possíveis.

Os finalistas da Champions só se juntam ao grupo no dia 28, já em Londres. Quanto menos, melhor. E aí entraria uma "secadinha" no Real Madrid, já que temos o lateral Marcelo é o volante Casemiro nos merengues. Tite quer aprimorar o "entrosamento". E como Firmino do Liverpool, disputa uma vaga entre os titulares com Gabriel Jesus, observá-lo desde o primeiro dia também seria ideal.

Há, ainda, o temor de uma contusão de última hora. Tite bate três vezes na madeira para não perder ninguém na porta da competição russa. Com o grupo todo, o Brasil é um dos grandes favoritos para o título, com Alemanha e Espanha. Outros gigantes correm por fora, como França, Bélgica e Argentina.

Dos quatro semifinalistas da Champions, apenas o Bayern não terá convocados para a Copa do Mundo pelo técnico Tite. Ou seja, ao menos um jogador vai ficar fora na primeira semana de trabalhos no Brasil. O risco de serem três assusta Tite. Então, façam figas.