FUTEBOL

Rebaixamento democrático! Brasileirão pode registrar queda de times de 4 regiões

Author

O empate do São Paulo e a vitória do Fluminense na rodada do fim de semana livraram todos os grandes do risco de rebaixamento no Brasileirão. Restando duas rodadas, seis equipes ainda estão sob ameaça. Quatro não vão escapar e, na maior disputa democrática, podem ser uma de cada região do país.

O futebol do Norte faz algum tempo não figura na elite. Paysandu e Remo foram os últimos representantes da região. Mas não conseguem chegar nem perto do acesso.

Das demais regiões, o Centro-Oeste é outro que vai ficar sem nenhum representante em 2018. Goiás e Vila Nova não subiram e o Atlético-GO já está praticamente rebaixado. Muitos já cravaram a queda, apesar de uma mínima chance matemática de escapar, o que não vai ocorrer.

Sul e Sudeste registraram todos os campeões dos pontos corridos. Mesmo assim, vão ter no mínimo dois rebaixados. São quatro os seus ameaçados.

O futebol paulista pode perder a Ponte Preta, enquanto o Sul tem um catarinense, o Avaí, e o paranaense, o Coritiba, ameaçados. O coxa é quem tem mais chances de fuga.

Para finalizar, aparece o Nordeste, que fez festa com o acesso do Ceará para a elite, mas pode perder Sport, Vitória, ou ambos. Desde de 2003, quando os pontos corridos foram instalados, esse deve ser o rebaixamento mais democrático. Com muitos regiões chorando esse doloroso vexame.

Rebaixamento democrático! Brasileirão pode registrar queda de times de 4 regiões

Fotos: Twitter/site oficial