FUTEBOL

Roma dá aula de futebol e derruba o temido Barcelona de Messi na Champions

Author

Irretocável. Assim deve ser chamada a partida da Roma diante do temido Barcelona no duelo de volta das quartas de final da Champions League. Mas cabem muitos outros adjetivos: histórica, milagrosa, heróica... Os italianos, dados como carta fora do baralho após goleada por 4 a 1 no Camp Nou, devolveram da melhor maneira aquela surra. Com muito brio e na base da garra, os romanos ganharam por 3 a 0 e deixaram pelo caminho um dos favoritos.

Roma dá aula de futebol e derruba o temido Barcelona de Messi na Champions

Messi, que já havia aparecido pouco no jogo de ida, foi completamente anulado por uma defesa sólida da Roma, que escreve seu nome na história. O feito dos italianos se comprova nos números. Nos 50 jogos disputados na temporada até então, nenhum time fora da Espanha havia batido o Barça.

Acha pouco? Esta é apenas a quarta derrota dos catalães, que buscavam a tríplice coroa pela terceira vez em sua história. Mais: os tropeços anteriores foram diante do não menos temido Real Madrid, duas vezes, e no clássico contra o Espanyol. Foram ainda 36 vitórias e mais 11 empates.

A comprovação de que o dia seria desastroso no tradicional estádio Olímpico veio com apenas seis minutos de jogo, quando Dzeko, o melhor da "decisão", abriu o marcador.

Roma dá aula de futebol e derruba o temido Barcelona de Messi na Champions

A torcida que já fazia enorme barulho, aumentou o tom de vez, transformando a arena numa verdadeira panela de pressão. Na frente do placar, os italianos, comandados pelo atrevido técnico português Eusébio Di Francesco, mostraram paciência e força para bombardear o gol de Ter Stegen.

O goleiro protagonizou boas defesas, entre elas um milagre, mas nada pôde fazer quando Piqué derrubou Dzeko na área de forma bisonha. Agarrou, puxou e ainda acertou o centroavante por baixo.

Pênalti e chance para redenção de De Rossi, que havia marcado um gol contra na Espanha. O experiente capitão do time respirou e com precisão, ampliou a vantagem. Faltava só um golzinho. O eterno ídolo Totti abriu um sorriso nas tribunas, confiante na vitória e classificação.

Ele veio quando faltavam menos de 10 minutos. Sabe com quem? O zagueiro Manolas - o grego também havia feito contra na Espanha - subiu mais que todo mundo na cobrança de escanteio e mandou no cantinho. Para uma festa incrível até o apito final. De um lado, choro de quem nada fez e perdeu vantagem maravilhosa e, do outro, lágrimas de alívio de quem deu uma aula de futebol mostrando ao mundo que não existem adversários imbatíveis e volta a uma semifinal de Champions após 34 anos. Bravo!

Roma dá aula de futebol e derruba o temido Barcelona de Messi na Champions
Roma dá aula de futebol e derruba o temido Barcelona de Messi na Champions
Roma dá aula de futebol e derruba o temido Barcelona de Messi na Champions