FUTEBOL

Sem modéstia e fora da lista de Tite, meia diz que seleção sentirá sua falta

Author

O meia Diego já está há um bom tempo no Flamengo e até agora não rendeu o futebol esperado para um jogador de seu talento e prestígio. Mesmo assim, por umas apresentações boas, foi lembrado para a seleção brasileira de Tite em alguns amistosos. Não vingou e nem entre os 12 suplentes foi convocado. Agora, sem modéstia, diz que a equipe nacional sentirá a sua falta.

Sem modéstia e fora da lista de Tite, meia diz que seleção sentirá sua falta

Muita pretensão e falta de modéstia a um jogador que dia desses quase apanhou dos flamenguistas, revoltado com a então má fase do time, na qual o meia era um dos pilares. Ele reconhece que não vinha bem, mas contava com uma improvável convocação à Copa.

"Verdade que no período de convocação eu não estava em evidência, mas é impossível estar em evidência o tempo todo. Eu perco, mas a seleção também por não contar com minha experiência", afirmou o astro do Flamengo.

Giuliano, muitas vezes mais convocado que Diego, por exemplo, nem na relação dos 23 apareceu. Está nos 12 suplentes. Pelo pouco de lembranças, era óbvio que Diego não estaria na lista. Mesmo assim ele se sentiu injustiçado. Talvez quisesse o lugar de Willian ou Philippe Coutinho. Exagerou.