FUTEBOL

Vem, freguês! Seleção nunca sofreu gols do México em Copas do Mundo

Author

Galvão Bueno se enrolou todo quando viu a chave dos mata-matas da Copa do Mundo antes da definição dos últimos quatro classificados (grupos G e H). Antes mesmo de o Brasil jogar com o México, o narrador global já queria saber quais as possibilidades de confronto das quartas. A empolgação tinha fundamento, pois os mexicanos são verdadeiros fregueses de nossa seleção em Copas do Mundo.

O rival das oitavas de final, segunda-feira pela manhã (11 horas de Brasília), jamais fez um mísero gol na esquadra verde e amarela em quatro jogos na história dos Mundiais. Se mantivermos a marca, basta o ataque funcionar ao menos uma vez e avançaremos. E como deixamos a marca em todos os duelos até então...

Óbvio que Tite trata o adversário com total respeito e não se deixa levar pelos números. Com razão, afinal de contas, o México ganhou da Alemanha dia desses, justamente a seleção que ainda nos causa calafrios só de lembrar o nome. Deu adeus, para nosso alívio.

Mas que adoramos o nosso cruzamento das oitavas, impossível não concordar. Em 2014, na nossa Copa caseira, os mexicanos se trancaram na defesa em Fortaleza e conseguiram levar o único pontinho em Mundiais contra a gente. Naquele 0 a 0, brilhou o goleiro Ochoa, o mesmo de segunda-feira, num bombardeio canarinho.

Se Ochoa fez milagres em finalizações de Neymar (duas), Paulinho e Thiago Silva, agora terá todos pela frente com sede de vingança. O raio não cairá duas vezes no mesmo lugar. Até, porque, a história sempre prevê "surras" do Brasil no México.

A primeira delas aconteceu em 1950, também no Brasil. Um impiedoso 5 a 0. Quatro anos mais tarde nosso esquadrão encaçapou 4 a 0. A vitória mais modesta veio na conquista do bicampeonato, em 1962. Novamente com bombardeiro ofensivo, os muchachos conseguiram cair só por 2 a 0.

Resumo da ópera. Jogamos quatro vezes, marcamos 11 gols e não levamos nenhum. Acho que além do favoritismo gigante, teremos muitos fogos para queimar na segunda-feira. Vem, freguês!

Vem, freguês! Seleção nunca sofreu gols do México em Copas do Mundo