VIAGEM

Ciência explica misteriosa ‘cirurgia estética’ em ídolo siberiano de 2.400 anos

Author

Se tem uma coisa que não falta na Rússia, maior país do mundo em extensão territorial, é mistério, Seja no metrô de Moscou, no fundo de um lago ou numa floresta, há sempre uma lenda, um conto, uma história sem comprovação. É o caso do ídolo de pedra Ust-Taseevsky, uma estátua siberiana de 2.400 anos.

Ciência explica misteriosa ‘cirurgia estética’ em ídolo siberiano de 2.400 anos

Desde que foi encontrada, em 1975, a escultura provocou muitas dúvidas nos especialistas. Mas o que mais interessa os arqueólogos sobre o ídolo é como sua feição sofreu alterações ao longo do tempo. Há quem diga que não há nada de casual nessas “cirurgias estéticas”.

Segundo o arqueólogo Yuri Grevstov, a primeira mudança aconteceu quando o rosto europeu foi alterado para parecer mais asiático. Para ele, isso ocorreu durante a Idade Média, quando a zona do Rio Angara, onde fica a estátua, viu movimentos populacionais e recebeu habitantes asiáticos.

A outra mudança veio mais tardem quando os primeiros russos chegaram a essa região da Sibéria. Nessa ocasião, foi feito um furo na boca para a colocação de um cachimbo - algo que teria como influência para introduzir o consumo de tabaco na população nativa.

Mas quem criou a estátua? Para adorar quem? E Quando? Alguns mistérios parecem que vão continuar no ar…