SÉRIES

Criador de 13 Reasons Why defende polêmica cena de estupro na 2º temporada

Author

Antes de mais nada, se você não viu ainda a segunda temporada inteira de 13 Reasons Why, fica o aviso: AQUI HÁ SPOILERS. Falaremos sobre momentos cruciais de um dos últimos episódios. Considere-se alertado.

Criador de 13 Reasons Why defende polêmica cena de estupro na 2º temporada

A notícia: um grupo está pedindo à Netflix que cancele 13 Reasons Why por causa da forte cena de estupro que vai ao ar no último episódio da segunda temporada. Nela, o fotógrafo da escola, Tyler Down, é violentado por três alunos atletas em um banheiro. Eles enfiam a cabeça de Tyler em uma privada e o violentam com o cabo de um esfregão.

O Parents Television Council (algo como “conselho de pais televisivos”, em inglês) quer que a Netflix tire do ar todo o conteúdo de 13 Reasons Why baseado no “conteúdo potencialmente prejudicial”. Em comunicado, o grupo classifica a série como “bomba-relógio para adolescentes e crianças”.

A defesa: o criador de 13 Reasons Why, Brian Yorkey, defendeu a cena e alegou que ela nasceu da pesquisa e de casos reais de violência sexual contra homens em escolas de ensino médio. Ele também argumenta que a decisão de incluí-la na segunda temporada não foi simples.

Yorkey também afirmou que “por mais intensa que seja a cena, e por mais fortes que sejam as reações a ela, não chega perto da dor vivida por pessoas que passam por essas coisas de verdade. Quando falamos sobre algo ser 'nojento' ou difícil de ver, isso quase sempre significa que estamos adicionando vergonha à experiência. Preferiríamos não ser confrontados com isso. Preferiríamos não saber. É por isso que esse tipo de violência é pouco relatado. É por isso que vítimas têm dificuldade em buscar ajuda. Acreditamos que falar sobre isso é muito melhor do que o silêncio.”