OUTROS

Ela ganhou 12 quilos e compartilhou no Instagram para mandar recado importante

Author

Quatro anos atrás, a irlandesa Amie Wiley, com 14 anos, pesava 54 quilos e seguia uma dieta rígida de poucas calorias, quase nenhum carboidrato e uma quantidade reduzida de proteínas. Hoje, em 2017, ela tem 18 anos, pesa 66 quilos e compartilhou uma foto de seu novo visual para mandar uma mensagem importante.

Ela ganhou 12 quilos e compartilhou no Instagram para mandar recado importante

Atualmente, Amie tem uma dieta bem diferente, equilibrando proteínas, carboidratos e gorduras. Ela também malha cinco vezes por semana, o que explica o ganho de massa muscular. Por isso ela mostra que os 12 quilos adquiridos ao longo de quatro anos são uma prova de que o “mais magro é melhor” não passa de um grande mito. Veja abaixo a imagem “antes/depois” que ela postou:

Happy #transformationtuesday my loves 💓 when I told you that I used to be so skinny with matchsticks legs I was not lying 😂😂😂 I genuinely used to be so skinny it was crazy 🤦🏽‍♀️🤦🏽‍♀️🤦🏽‍♀️ so here's my 4 year transformation. From skinny to strong 💓💓💓 #gainingweightiscool I couldn't be happier with how I currently am looking and I much prefer stronger Amie to skinny Amie 💁🏽 also can we appreciate the over filtered before picture 😂😂😂🤦🏽‍♀️ back in the bebo stunnah days when filters were very very overused 😂😂😂 anyways I shall leave this here! Picture 1: a skinny Amie who over did it on the cardio and ate very little VS Picture 2: a stronger Amie with much more muscle, who lifts weights and that eats much more food! (Carbs have my heart ❤️) HAVE A GREAT EVENING ALL💓🤗

A post shared by A M I E W I L E Y 👩🏽 (@amie_fit_) on

Com a hashtag #gainingweightiscool, algo como “ganhar peso é legal”, a moça diz que prefere a “Amie mais forte” em comparação com a “Amie magrela” e que hoje em dia come muito mais e adora carboidratos.

Em uma entrevista ao Daily Mail, a irlandesa que mora em Londres afirmou que decidiu em 2015 fazer uma transição na academia: deixar os exercícios cardios e começar a trabalhar com pesos. O resultado foi uma transformação em seu corpo, hoje com mais massa e músculos mais bem definidos.

No processo, Amie também precisou superar preconceitos de muita gente que não queria que ela ficasse musculosa. Hoje, em sua conta no Instagram, que tem quase 10 mil seguidores, ela tenta incentivar meninas que foram iguais à ela no início da adolescência. Moças magrinhas que tinham medo de ganhar peso.