FUTEBOL

Entenda como Alisson se tornou o goleiro mais caro do mundo

Author

O Liverpool, da Inglaterra, acaba de anunciar a contratação do goleiro Alisson Becker, ex-Roma, que foi titular da Seleção Brasileira na Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018. O valor é estratosférico: 67 milhões de libras, o equivalente a cerca de R$ 335 milhões. É a maior quantia já paga por um goleiro na história do futebol. Mas como Alisson virou o goleiro mais caro do mundo mesmo sem uma atuação memorável no Mundial? Calma que a gente explica.

Entenda como Alisson se tornou o goleiro mais caro do mundo

A primeira coisa importante a saber é que o Liverpool precisava de um goleiro titular de alto nível. Na última temporada, o clube alternou Mignolet e Karius. Este último falhou feio em dois gols na final da Champions League. Ou seja, a falta de um goleiro pesou muito no jogo mais importante do ano. Além disso, não faz sentido um clube do porte do Liverpool contratar gente tão boa - como o atacante Mohamed Salah e o zagueiro Virgil Van Dijk - e gastar tanto dinheiro se não há um goleiro de altíssimo nível para dar estabilidade ao time.

Era uma necessidade pessoal também do técnico do clube, Jurgen Klopp. Afinal, por mais que o manager alemão quisesse "dar moral" a Karius, outra falha dele jogaria a culpa também no treinador. Ao contratar Alisson, Klopp manda um recado do tipo "eu fiz o que era preciso fazer, lavo minhas mãos" e limpa sua consciência.

O valor do brasileiro tem a ver com suas ótimas atuações no último Campeonato Italiano. Muitos na imprensa do país avaliaram Alisson como o melhor goleiro do país - depois de Buffon, é claro. As estatísticas justificam o hype: Alisson foi quem mais fez defesas (defendeu 79,26% das finalizações), mas também quem mais fez defesas difíceis. Levou só 28 gols em 37 partidas. E, acima de tudo, nenhuma falha grosseira. Isso pesa muito.

Além de tudo isso, é preciso considerar, obviamente, como o mercado de transferências anda inflacionado e a necessidade do Liverpool diante da postura da Roma. O clube italiano não queria nem precisava (não tem problemas financeiros) vender seu goleiro, então só fecharia negócio diante de uma proposta realmente gorda. E como os italianos sabem que o Liverpool tem muito dinheiro, fizeram jogo duro até os Reds chegarem a esse valor altíssimo. No fim das contas, saiu todo mundo feliz.