MúSICA

Essas são as 7 músicas mais subestimadas de Mariah Carey

Author

Chegou dezembro, a época que Mariah Carey faz mais dinheiro. Sim, é no mês do Natal que “All I Want For Christmas Is You”, gravada em 1994, continua a ser um sucesso. Em 2016, a música tocou 210 milhões de vezes só no Spotify. Mas, é claro, o single está longe de ser o único sucesso da cantora.

Essas são as 7 músicas mais subestimadas de Mariah Carey

A lista de hits de Mariah é enorme. Qualquer pessoa lembra rapidinho de Hero, Without You, Always Be My Baby, Heartbreaker, Emotions, I’ll Be There, I Still Believe… São tantas músicas bem produzidas e tantos desempenhos vocais brilhantes que algumas músicas ótimas acabaram subestimadas e quase ignoradas. Vamos lembrar?

1. Thank God I Found You

Com a participação de Joe e da boy band 98 Degrees, Thank God I Found You foi o segundo single do álbum “Rainbow”, lançado em 2000. Foi a 15ª canção de Mariah a chegar ao topo do top 100 da Billboard, mas a crítica não deu tanta bola assim para ela. Independentemente disso, é uma power ballad de valor.

2. The Roof

Faz arte de “Butterfly”, de 1997, e sofreu porque na época Mariah vivia um conflito com a Sony, o que resultou numa distribuição abaixo da média. É uma balada que mistura elementos de hip-hop e R&B e que a crítica recebeu muito bem. Mas como nem tudo na indústria da música depende só de qualidade…

3. Stay The Night

Parte de “Emancipation of Mimi”, de 2005, Stay The Night foi produzida em conjunto com Kanye West. Se ela é subestimada, a decisão da gravadora de lançar Shake It Off como primeiro single tem muito a ver com isso.

4. Do You Think Of Me

Seria um clássico, lá do comecinho da carreira, se não tivesse disso lançada como lado B de Dreamlover, que era a preferida da gravadora. Os fãs de verdade da diva, no entanto, sabem o valor de Do You Think Of Me.

5. Thankx For Nothing

Escrita com Dupri e Seal, Thanx For Nothing ficou escondida na segunda metade de E=MC².

6. Make It Look Good

Parte de “Me. I Am Mariah... The Elusive Chanteuse”, álbum de 2014, Make It Look Good virou vítima da percepção geral sobre o álbum, que não foi lá espetacular. A canção, porém, tem seu valor. Ou, pelo menos, mais valor do que a maioria dá.

7. It’s a Wrap

Outro caso de música de qualidade que foi vítima de um álbum mediano. “Memoirs of an Imperfect Angel”, de 2009, definitivamente, não foi o maior sucesso de Mariah.