FUTEBOL

Esse modelo matemático põe o Brasil como favorito na Copa do Mundo

Author

A Seleção Brasileira é a grande favorita para conquistar o título na Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018. A declaração pode não ser unanimidade mundial, mas é o resultado de um interessante (e otimista para nós!) modelo matemático desenvolvido pela Escola de Matemática Aplicada da Fundação Getulio Vargas (FGV EMAp).

Imagem via Lucas Figueiredo/CBF
Imagem via Lucas Figueiredo/CBF

Segundo a FGV, o modelo observou todos os gols marcados e sofridos em cada partida das 207 seleções filiadas à FIFA nos últimos quatro anos em mais de 1 milhão de simulações. Como resultado, o Brasil tem 21% de chance de ser campeão. A Espanha, com 13%, e a Alemanha, com 11%, ficaram imediatamente atrás. O estudo foi coordenado pelo professor da FGV EMAp Moacyr Alvim, em conjunto com o professor Paulo Cezar Carvalho.

Segundo Alvim, as simulações ocorreram a partir dos dados da força de ataque e defesa de cada equipe. "É muito mais provável que o Brasil vença o seu primeiro jogo contra Suíça, mas pode ocorrer, com probabilidade baixa, a vitória da equipe europeia. Não é possível inserir na modelagem o imponderável e as surpresas do futebol", destaca Moacyr.

O professor declara, também, que os números da Seleção poderiam ser melhores. Afinal, o estudo levou em conta os últimos quatro anos, o que incluiu o período de resultados ruins com Dunga no comando do time. O favoritismo brasileiro seria ainda maior se fossem analisados apenas os números de Tite.

Maaaas se você ficou animadinho com o modelo matemático da FGV, calma lá. Na última Copa, o Brasil tinha 28% de chances de ser campeão, também era o favorito segundo a matemática e… teve um 7 a 1 no caminho. E não custa lembrar: se Seleção de Tite tem 21% de chances de ser campeã, ela também tem 79% de chances de NÃO ser campeã. É esperar pra ver…