SÉRIES

Público não perdoa Netflix por bullying contra gordos em Insatiable

Author
Público não perdoa Netflix por bullying contra gordos em Insatiable

Insatiable, um dos últimos lançamentos da Netflix, é uma série sobre Patty, uma menina gordinha que sofria bullying no colégio por causa de seu peso. Ela, então, decide perder peso após um procedimento em que teve sua mandíbula trancada. Mais magra e dentro do estereótipo de gata da escola, Patty volta ao colégio e decide se vingar. Dá para entender por que Insatiable passou por uma chuva de críticas logo que o trailer foi lançado, né?

Primeiro, o básico: a série mostra que uma pessoa só é vista como objeto de admiração e respeito depois que perde peso. Mostrar bullying contra gordos (prática também conhecida como fat shaming) é lugar comum. Além disso, por que ela só se vinga depois de perder peso? Será que era mesmo impossível para Patty desenvolver alguma espécie de autoestima fora dos padrões da sociedade?

"Honestamente, alguém que trabalhou na série conversou com uma pessoa gorda?", indagou uma pessoa no Twitter. Outro usuário da rede de microblogs escreveu que "você tem uma chance de criar conteúdo original e interessante sobre pessoas gordas abordando a vida delas e escolhe... colocar uma pessoa magra em uma fantasia de gorda e fazer piadas sobre sua vida triste e como ela virou uma pessoa louca. Isso é tão preguiçoso e patético."

Só que a discussão não ficou só entre usuários. Alyssa Milano (lembram dela em Charmed/Jovens Bruxas e Who's the Boss?), que está no seriado, usou sua conta no Twitter para defender o programa. "Não estamos shaming Patty. Estamos abordando (via comédia) o dano causado pelo fat shaming. Espero que isso explique", escreveu a atriz, indicando uma reportagem.

A defesa não esfriou os ânimos na internet. Muitos seguiram questionando a opinião de Alyssa e a postura da Netflix com a série.

"Vi o trailer e li o artigo e ainda estou enormemente decepcionada com a Netflix e com você [Milano] por aceitar estar na série. Que desgraça. Precisamos dar a melhores contadores de histórias a chance de criar conteúdo melhor. Isso é lixo puro."

"Essa talvez seja sua intenção, mas não foi isso que vocês criaram. Vocês criaram um conceito prejudicial e mal escrito com zero raciocínio. Pensem sobre a narrativa que criaram e o que ela está dizendo. O que você quis fazer e o que vocês fizeram são duas coisas muito diferentes."

A atriz seguiu no debate, defendendo a série, mas acabou cedendo ao afirmar que o trailer não representa a série com precisão. Alyssa disse ainda: "Minha frustração é com a Netflix e a clara escolha que eles fizeram por anunciar a série desta maneira."