OUTROS

Uber quer patentear tecnologia para descobrir se passageiros estão bêbados

Author

A Uber não anda apenas preocupada com a qualidade de seus motoristas. A empresa agora anda de olho é nos passageiros. Por isso, vem desenvolvendo uma tecnologia interessante - e até já pediu para patenteá-la.

Uber quer patentear tecnologia para descobrir se passageiros estão bêbados

Segundo o pedido de patente, feito nos EUA, a meta é identificar “atividade não-característica de usuário”, o que é uma expressão politicamente correta para o que eles querem de verdade: descobrir se os passageiros embarcam bêbados.

Para saber isso, o app do Uber vai monitorar os usuários observando a velocidade de caminhada, erros de digitação no aplicativo, o ângulo que a pessoa segura o smartphone e se o smartphone está se movimentando em uma maneira incomum. Tudo isso pode ajudar a apontar se o usuário está fora de seu estado normal.

Segundo o pedido da Uber, a tecnologia pode ser utilizada de várias maneiras - inclusive para conectar o cidadão supostamente bêbado com motoristas treinados para lidar com gente alcoolizada. Além disso, o beberrão pode ser impedido de pedir um Uber Pool - para não incomodar outros usuários.

De modo geral, a ideia parece muito boa, mas também há quem acredite que ela vai possibilitar à Uber explorar pessoas em estado fragilizado. Parece que a gente vai ter que esperar até ver isso funcionando na prática para, depois, tirar alguma conclusão.