PETS

Zoo de Moscou processa agência por ensaio sensual com guaxinim

Author

O Teatr Zoo, em Moscou, é um zoológico diferente. Lá, todos animais podem ser acariciados por visitantes. É tudo supervisionado, claro. E a lista de atividades que mantêm o local funcionando inclui alugar bichinhos para diversas atividades, como gravações de filmes, comerciais, etc. e tal.

Zoo de Moscou processa agência por ensaio sensual com guaxinim

Até aí, tudo bem, né? Só que uma agência de publicidade alugou um guaxinim chamado Thomas (é ele na foto abaixo) e colocou o bichinho no meio de um ensaio sensual, com uma mulher nua. O zoológico, então, alega que o animal voltou traumatizado e, por isso, está processando a agência Art-Msk na Justiça russa.

Segundo o Teatr Zoo, a agência jamais informou qual seria a atividade na qual o guaxinim seria utilizado. A história só veio à tona quando começaram a surgir fotos de Thomas ao lado de uma loira com os seios de fora.

Zoo de Moscou processa agência por ensaio sensual com guaxinim

A parte curiosa do processo é que o zoológico não quer indenização apenas pelo suposto trauma que Thomas sofreu. Segundo a papelada, o Teatr Zoo acredita que o ensaio sensual e a ação publicitária danificaram a reputação de toda população de guaxinins do planeta. O argumento é que todo mundo que assistir ao vídeo ou ver as fotos vai associar guaxinins com erotismo.

E se você achou a acusação engraçada, olha só a resposta: a agência disse que Thomaz, o guaxinim, é que foi o responsável pelo ensaio sensual. Afinal, foi ele que ROUBOU E COMEU (!!!) o sutiã da atriz. 

E aí, em quem você acredita? Enquanto você pensa nisso, o Teatr Zoo iniciou uma campanha contra a crueldade com animais. Um dos slogans é “abaixo à exploração de guaxinins!” Na Rússia, há quem diga que tudo é uma ação de marketing do zoológico, mas o local nega até a morte.