OUTROS

Você se conhece?!

Author
Você se conhece?!

A GENTE NÃO PRECISA SER PERFEITO.

É TANTO TAPA NA CARA DA VIDA, TANTA DESILUSÃO,É TANTA GENTE QUE TEM FRUSTRAÇÕES NA PRÓPRIA VIDA QUE AFETA A GENTE SEM A GENTE PERCEBER. CHEGANDO NOS MEUS QUASE 30 ANOS COMECEI A REFLETIR SOBRE TODA A MINHA VIDA E VIVÊNCIA NOS ÚLTIMOS DOIS ANOS.

Eu comecei me questionando o que eu penso de mim e se eu realmente seguia meus próprios princípios e limites. Daí eu pensei, poxa, eu me conheço, eu sei das coisas que eu gosto, das coisas que me fazem feliz, do que eu preciso... Da mesma forma que eu também sei do que eu não gosto, do que me deixa triste e das coisas que eu não preciso na minha vida... claro que tudo isso de um modo geral.

E por muito tempo eu senti medo de não ser suficiente nas coisas. E por diversas vezes o medo fez eu ficar adiando a minha vida em muitos aspectos. Seja por opiniões das pessoas, pressão por ter que descobrir do que eu gosto, estudar, ter um bom emprego onde eu consiga pagar as minhas contas sozinho etc. Com um tempo eu fui entendendo que não, eu não preciso me desesperar. Fui me auto questionando, e tentando ao máximo conhecer todos os meus pontos fracos, um a um e entendi que eu não preciso entrar nesse mundo que as pessoas diariamente tentam forçar a gente.

Eu tenho meu limites e o meu próprio tempo para fazer as minhas coisas.
Por quanto tempo mais eu vou ficar atrás daquilo que as "pessoas" acham que eu deveria alcançar? Até porque eu acho que aonde eu quero chegar pra mim hoje é muito mais importante do que a forma como eu vou conseguir.

Foi a partir desses questionamentos que eu fui ainda mais além e decidi realmente a não me importar com o que as pessoas pensam de mim.

Você se conhece?!

Comecei a parar de me preocupar com aquilo da qual eu não poderia ter controle. Ai você pode me questionar, Porque? E a resposta é simples... são dois lados da moeda, existe os problemas do qual a gente tem controle e os que a gente não tem controle. Então pra que que eu vou me desesperar por algo da qual eu não tenho
controle? Pra mim se tornou mais fácil trabalhar encima de aceitar a vida e as situações como elas são.

É tudo questão de respeito.

As opiniões das pessoas são só as opiniões das pessoas. Eu já fui um cara que inconscientemente abusei muito de opiniões e jeitos de ser das pessoas. Até entender que eu precisava respeitar as pessoas da forma como elas são.

A gente aprende sim a julgar e insistir menos e a respeitar as escolhas de cada um. Afinal eu te conheci dessa maneira, você é essa pessoa. Todo mundo tem seus princípios e isso precisa ser respeitado mesmo que a gente não concorde com o pensamento do outro. Não sou eu e ninguém além dela mesma que tem o poder de ajuda-la a entender que está errada, certa e/ou faze-la mudar... Sabe porque? Porque chega momentos da vida que a gente não pode fazer nada a respeito.

Pra finalizar gostaria de citar uma coisa que uma amiga falou uma vez e que eu guardei e uso diariamente pra mim:

"Eu acho que devemos sim aconselhar, mas quando isso passa de conselho pra
imposição, é abuso."

Você se conhece?!

E é com isso que eu vou aceitando as pessoas, os amigos, a família, e o mundo dentro dos meus próprios limites.

AFINAL, EU TENHO A OPÇÃO DE ME RETIRAR DO LOCAL OU DA SITUAÇÃO CASO ALGUMA COISA SEJA FEITA OU DITA ESTEJA ME INCOMODANDO.

Segue no Facebook