REDES SOCIAIS

A libanesa que tira discurso do papel e emprega só mulheres de várias religiões

Author

A judia nascida no Líbano Sheila Mann pensou em criar uma ponte entre povos em seu negócio: uma fábrica de hummus, a pasta de grão de bico. Achava que poderia unir árabes e judeus no Brasil. Foi além. Decidiu dar mais poder às mulheres e fazer um grupo ecumênico. Na Com.POT só trabalham mulheres. De várias religiões: católica, evangélica, muçulmana, judaica. Contratou  refugiadas sírias. Também estrangeira, ela quer dar a quem chega a chance de se integrar ao Brasil. Veja a seguir o vídeo.

Videor…