LGBT

Representação LGBTQ no mercado de trabalho é tema de debate na USP

Author
Representação LGBTQ no mercado de trabalho é tema de debate na USP

A população LGBTQ brasileira é estimada em 9%. Ou seja, se você trabalha em uma empresa média, é bem provável que nem todos os seus colegas sejam heterossexuais ou cisgênero. Os índices de homofobia e transfobia no mercado de trabalho são assustadores: 43% dos LGBTQ brasileiros já sofreram discriminação no ambiente profissional (Fonte: Consultoria Santo Caos) e 38% das empresas do país admitem que não contratariam pessoas LGBTQ para cargos de chefia (Consultoria Elancers). Confira um dos debates realizados pelo núcleo de pesquisa Genera, da Faculdade de Economia e Administração da USP, sobre o assunto, nesta semana:

4E28D014-C74B-4C11-9761-177E0F54CAA4
4E28D014-C74B-4C11-9761-177E0F54CAA4
100%
7B587242-9C0F-4807-98F1-1C0F280C4C49
0:00 / 0:00

Videorreportagem e edição: Clara Campoli

Representação LGBTQ no mercado de trabalho é tema de debate na USP

Foto: Divulgação/Genera/FEA-USP